Policial Militar representa Litoral Norte em campeonato internacional

Rogério Domingues, Policial Militar de Ilhabela, vai representar o Litoral Norte em seu primeiro campeonato de atletismo internacional. O XVI Gran Prix Mercosul de Atletismo Master acontece nos dias 10, 11 e 12 de dezembro, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

O cabo da PM participará das provas de Cross 8k, assim como meio fundo nos 800 e 1500 metros rasos e fará parte da equipe brasileira de revezamento 4×100 e 4×400.

O velocista e meio fundista conquistou excelentes colocações durante o ano em diversos eventos, em etapas dos campeonatos Paulista, Carioca, Brasileiro e mais recentemente na Taça Brasil de Atletismo.
Agora, ele parte em busca deste desafio internacional, que reúne os melhores atletas do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai.
atletismo
Foto: Arquivo Pessoal

Domingues contou, em entrevista ao Nova Imprensa, que praticou esportes desde criança, em especial a corrida. “Em 2007 recebi o convite de um amigo corredor de Ilhabela pra fazer parte de um grupo de corrida. Comecei a treinar com eles e a participar de corridas de rua 5 e 10 km”.  Ele ficou fascinado por esse esporte, então se dedicou aos treinos em busca de melhorar a performance. “Foquei nas ações que pudessem me trazer melhores resultados. Foi então que passei a figurar nos pódios, conquistando excelentes colocações”, contou o PM.

Em 2018 foi a transição das ruas para as pistas e o atleta obteve resultados expressivos na categoria Master e em diversos eventos promovidos pela Federação Paulista de Atletismo e a Confederação Brasileira de Atletismo. “Os bons resultados no Campeonato Paulista, Carioca, Brasileiro e recentemente na Taça Brasil, me proporcionaram a chance de participação nessa competição e eu abracei com alma”, alegra-se Domingues. “O Grand Prix Mercosul será minha primeira competição internacional”.

Renúncias pelo atletismo

atletismo
Foto: Arquivo Pessoal

O PM desabafa, entretanto, que teve que fazer muitas renúncias pelo esporte. “Substitui muitas formas de entretenimento pelo atletismo, mas considero que só veio a somar e trouxe uma gama de oportunidades que eu não imaginava, além de ter me proporcionado em excelente estado físico, mental e espiritual”.

Para quem se identifica com Domingues, ele recomenda, contudo, “começar a praticar com uma caminhada, apreciando o cenário, depois evoluindo para um trote”. Então fazer amizades com quem já corre e “pegar dicas de treinos, buscar sempre se orientar com profissionais para não correr riscos de lesões”. Para um bom começo, segundo o PM, é  “dar o primeiro passo”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.