Câmara de Caraguatatuba solicita fim da cobrança de água e luz na quarentena

Ofício foi enviado para Sabesp e EDP nesta quinta-feira (19)

2
8279
Medida visa conter crise economica prevista com coronavírus (Foto: Divulgação)

O presidente da Câmara Municipal de Caraguatatuba, Carlinhos da Farmácia, enviou um ofício para a Sabesp e para a EDP, solicitando que não haja o corte do fornecimento dos serviços, bem como a não cobrança das contas durante o período de quarentena, determinado para evitar propagação do coronavírus (Coid-19).

- Publicidade -

Segundo Carlinhos, a iniciativa foi tomada para tentar amenizar a crise econômica que poderá se agravar com a pandemia do vírus. “A previsão é que tenhamos tempos difíceis por conta dessa doença que assola o mundo. Minha obrigação como vereador e chefe do Legislativo Municipal é buscar meios para amenizar os problemas dos nossos munícipes”, disse.

Para a Sabesp, foi encaminhado o ofício 018/2020. O ofício para a EDP é de nº 019/2020. Em ambos, o Presidente da Câmara faz as mesmas solicitações, a não cobrança da conta, o corte do fornecimento ou que se estabeleça uma taxa mínima para todos, até que a situação se normalize em Caraguatatuba.

Carlinhos da Farmácia também assinou o ofício 017/2020 que foi entregue ao prefeito Aguilar Junior, cobrando uma fiscalização mais rígida nas vendas de produtos cujos os preços dispararam devido a grande procura.

“É preciso ter muito cuidado neste momento e acima de tudo respeito com a população de nossa cidade. Espero ter a sensibilidade da Sabesp, da EDP Bandeirante e do prefeito Aguilar Junior para que a população seja menos afetada possível”, finalizou.

2 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns vereador, excelente iniciativa que deveria ser seguida pelos vereadores de Campos do Jordão, eles acham que os únicos prejudicados pela quarentena são as 138 famílias com cadastro social na Sabesp.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui