Casos suspeitos de coronavírus saltam mais de 900% no Litoral Norte

Cidades adotam fechamento do comércio, proibição do turismo, escolta policial em farmácias, restrição de itens em mercados e outras

0
1986
Os casos suspeitos da doença já são mais de 70 na região (Imagem: Divulgação)

Os casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19) saltaram mais de 900% no Litoral Norte, em uma semana. No dia 12 de março havia sete registros e nesta sexta-feira (20) os números atingiram 72 nas quatro cidades da região. Não foi divulgado nenhum caso confirmado até o momento, mas os municípios seguem medidas de emergência adotadas pelo governo do Estado de São Paulo, que acaba de anunciar estado de calamidade pública.

- Publicidade -

Ubatuba é o município com maior número de suspeitas, com 31 registros. A cidade decretou situação de emergência na saúde pública e fechamento de todos os comércios e serviços não essenciais, suspensão obrigatória de cultos religiosos e reuniões de qualquer natureza, proibição total de acesso de veículos de turismo, táxis e similares, suspensão da pesca, restrição de acesso mesmo a quem possua casa de veraneio no município e recomendação de retorno de turistas a seus lugares de residências.

O arquipélago de Ilhabela tem o segundo maior número de suspeitas, com 17 notificações. O resultado do primeiro exame feito na cidade tinha data prevista para a última quarta-feira (18), mas não foi divulgado até o momento. Para conter o avanço da doença, a prefeita Maria das Graças Ferreira, a Gracinha,  decretou a proibição da entrada de turistas pela balsa e, em um segundo decreto, nesta sexta, determinou estado de calamidade, com o fechamento de todos os serviços não essenciais, inclusive restaurantes, que só poderão atender por delivery por pelo menos 20 dias. O documento prevê, ainda, restrições na quantidade de itens consumidos em mercados e padarias e escolta policial em farmácias.

Em Caraguatatuba existem 14 casos suspeitos e um que deu negativo. A cidade também decretou situação de emergência e o fechamento de todos os serviços não essenciais nesta sexta-feira. A prefeitura vai proibir, ainda, o estacionamento de veículos em toda a orla para evitar visitas às praias, além de barreiras sanitárias nas praças de pedágios com acesso ao município para promover conscientização sobre as medidas a serem adotadas pela população. Outra medida foi tomada em conjunto com o Ministério Público para pedir fechamento da rodovia dos Tamoios.

São Sebastião informou até o momento 10 casos suspeitos de infecção do coronavírus. A prefeitura sancionou um decreto, na noite de quarta-feira, suspendendo os alvarás de funcionamento dos estabelecimentos do setor turístico, por tempo indeterminado. Estão proibidos de operar a partir de segunda-feira (23): hotéis, pousadas, hostels, marinas, clubes, academias e parques. O documento recomenda ainda a suspensão de visitas às praias, cachoeiras e demais espaços públicos. Empresas, como discotecas, danceterias e buffet também estão orietadas a fechar para desestimular ocasiões que possam causar aglomeração de pessoas, como festas de casamento.

Resultados

Os exames para constatar a doença são feitos no Insituto Adolfo Lutz, em São Paulo, e levam, em média, 15 dias para ficarem prontos. Atualmente, há uma demora em fução da quantidade de exames enviados por todo o Estado. Todos os casos são tratados como suspeitos até a divulgação do resultado. Por segurança, após a coleta de amostras, os pacientes permanecem em isolamento domiciliar e são monitorados pela equipe de saúde local.

Serviços

Quiosques, bares, pousadas, danceterias, food trucks, academias e estacionamentos particulares são alguns dos serviços considerados não essenciais e devem fechar pelo período determinado em cada município. Já os essenciais incluem supermercados, farmácias, padarias, restaurantes, postos de combustível, bancos e serviços relacionados à saúde.

Punição

Todas as pessoas físicas e jurídicas devem seguir as medidas previstas em cada cidade e seu descumprimento pode acarretar responsabilização, nos termos previstos em Lei, nas esferas cíveis, criminais e/ou administrativas.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui