Agente penitenciário é preso por ligação com facção criminosa em Caraguatatuba

Um agente penitenciário do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caraguatatuba, identificado como M.P.F, de 46 anos, foi preso por suspeita de ligação com facção criminosa. A Operação Proditio foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (17) visando cumprir mandados de busca e apreensão contra alvos envolvidos com o tráfico de drogas na região.

Entre os investigados estão três agentes penitenciários suspeitos de terem ingressado com substâncias ilícitas e aparelhos celulares no CDP. Até o momento, duas pessoas foram presas, sendo um agente penitenciário e a companheira de um detento.

Realizada pela Promotoria de Justiça local, Polícia Federal, Polícia Militar e Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), a operação tem alvos também em Ilhabela, São Sebastião, Jacareí, Taubaté e São José dos Campos.

Na operação foram apreendidos ainda 25 aparelhos celulares, 5 pen drives, 2 notebooks, 1 HD, 247 gramas de maconha, 56 gramas de cocaína, 2 cartões de crédito, 1 comprovante de depósito no valor de R$ 1.500, anotações relacionadas ao crime organizado e também estojos de munições dos calibres .762, .40, e .38.

Foram mobilizadas viaturas da Força Tática da PM, da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas e do 3º Batalhão de Ações Especiais de Polícia, além de integrantes do Grupo de Intervenção Rápida da SAP, totalizando mais de 80 agentes envolvidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *