Vigilância confirma casos de Chikungunya em Boiçucanga

O departamento de Vigilância em Saúde de São Sebastião confirmou dois casos positivos e, pelo menos, quatro suspeitos de Chikungunya em Boiçucanga, região sul do município.

Para evitar a propagação da doença no bairro e município, equipes da Saúde estão tomando providências para o isolamento e limpeza da área, mas pedem colaboração da população. A principal forma de combate é exterminar o criadouro do mosquito Aedes aegypti, mesmo transmissor da Dengue e Zika, que se reproduz em água parada.

“Os munícipes, especialmente residentes em Boiçucanga, devem limpar os quintais; evitar acúmulo de lixo; manter reservatórios tampados; colocar areia em pratos embaixo de vasos de plantas; limpar calhas; não guardar garrafas, pneus ou vasilhames em lugares expostos à chuva ou sujeitos a formar poças”, divulgou a Prefeitura de São Sebastião.

Chikungunya

A febre Chikungunya é uma infecção causada pelo vírus de mesmo nome que provoca sintomas como aumento na temperatura corporal, mal-estar, fadiga, dores de cabeça, musculares e nas articulações. Os sintomas  da doença são graves e podem persistir por meses ou até mais tempo.

Ao apresentar sinais, que podem se confundir com gripe ou dengue, a pessoa deve procurar a Unidade de Saúde mais próxima à sua casa, para diagnóstico e tratamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.