Prefeito de São Sebastião usa live para ofender jornalista: “você é um lixo”

Felipe Augusto ainda citou a família e a vida pessoal do repórter, que rebateu: "eu não tenho problemas com ele. Ele que tem problema comigo"

0
2644
romano
Live do prefeito Felipe Augusto (Imagem: Reprodução/Redes Sociais)
- Publicidade -

O repórter Helton Romano, nascido em São Sebastião e atuante como jornalista há mais de 17 anos no Litoral Norte, foi duramente ofendido pelo prefeito Felipe Augusto, durante uma transmissão ao vivo, na noite desta terça-feira (24). O motivo foi uma denúncia feita pelo jornalista sobre liberação de pessoas com Covid-19 na barreira sanitária da cidade.

- Publicidade -

Entre os impropérios, frases como “você é safado rapaz, é mentiroso”, “você é um lixo”. Houve até insinuações sobre sua família e sua vida pessoal: “seu pai deve estar se revirando no caixão contra você. Você é louco e tem problemas” e ainda: “faz o seguinte, vai frequentar aqueles bailinhos esquisitos que você frequenta em Santos e em São Paulo, seu maluco” (sic).

Matéria da discórdia

A fúria do prefeito se deu depois da divulgação de um vídeo e uma matéria em que Romano, que também é colaborador do jornal Nova Imprensa, registra gargalos na barreira sanitária implantada nesta terça-feira (23), na fronteira com Bertioga. Ele afirma que exames estariam sendo feitos, porém, pessoas “que tiveram resultado positivo para coronavírus foram orientadas a ficarem em isolamento, mas puderam seguir viagem”.

Na reportagem consta ainda que, segundo o decreto publicado na noite de segunda (22), “fica proibida a entrada no município do visitante que testar positivo para Covid-19, sob pena de incorrer em crime contra a saúde pública”. No mesmo dia, na TV Vanguarda, o prefeito Felipe Augusto afirmou que haveria esse impedimento. “Se tiver positivo, não vai entrar”, declarou. Leia matéria completa aqui.

Helton Romano responde: “hoje nem tem mais barreira sanitária”

“Eu disse na matéria que as pessoas dos carros eram paradas e testadas; mesmo as que testavam positivo, não eram impedidas de entrar na cidade”, conta o repórter. “Esta era a informação que havia sido enviada pela Prefeitura, inclusive consta no decreto que foi publicado na segunda feira”.

Romano informa que ficou no local entre 10h e 12h, acompanhando pessoalmente algumas pessoas que testaram positivo e que “só foram orientadas, mas não foram impedidas de prosseguir viagem”.

“O prefeito não gostou porque talvez ele quisesse sustentar que as pessoas realmente foram impedidas e se revoltou com a matéria. Aí começou com ataques pessoais. É lamentável que a autoridade maior do município se comporte dessa maneira, com total descontrole e desequilíbrio”.

Quanto a matéria, ele se diz tranquilo. “Eu sustento o que publiquei ontem. Inclusive, uma informação nova é que hoje não tem barreira nenhuma, sendo que foi divulgado que a barreira seria até o dia 4 de abril”.

Testou ou não testou?

Romano cita “alguns devaneios durante a live cometidos pelo prefeito e pela equipe”, que teriam dito que o repórter havia pedido para fazer o teste de Swab (do cotonete). “É mentira, mas se eu fui testado, tem lá o meu cadastro. Até queria que publicassem uma foto para provar que eu fiz o teste”.

Sobre as ofensas finais, ele diz: “o restante foram ataques pessoais que não eram de interesse público, foi até um desrespeito para quem estava assistindo a live para ter informações sobre o Covid-19, sobre enfrentamento da pandemia na cidade e ter que ouvir um desequilíbrio do prefeito”, lamenta.

Fazendo seu trabalho

Helton romano confronta prefeito
O repórter Helton Romano (Foto: Arquivo Pessoal)

Helton Romano afirma que não tem interesse em rivalizar com o prefeito. “Não sou adversário, nem inimigo dele. Ainda que ele possa me considerar isso, eu não vejo dessa forma”.

O jornalista reforça que deve continuar neutro pra fazer as matérias de administração pública. “As ofensas eu até relevo, de certa forma eu entendo que ele deve estar bastante pressionado por conta da pandemia na cidade, ele deve estar com o grau de estresse altíssimo e por isso se descontrolou”.

Romano enfatiza, porém que Felipe Augusto teria passado do ponto “quando ele foi pra calúnia, falando que eu tentei extorquir, então já foi algo mais pesado que ele vai precisar provar”.

O repórter explica que a explosão do prefeito não foi apenas por uma matéria. “Faço diariamente matérias investigativas que denunciam irregularidades cometidas pela gestão dele e são informações que ele não gostaria que viessem a público”. E completa: “eu não tenho problema com ele. Ele que tem problema comigo”.

- Publicidade -

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui