Arara canindé e sabiá preto são resgatados de maus-tratos e multa é de R$ 8,5 mil

A arara, animal em extinção, teve as asas cortadas

0
79
A arara canindé
A arara foi resgatada junto com o sabiá (Foto: Polícia Ambiental)

Uma arara canindé e um sabiá preto foram resgatados de maus-tratos no bairro Barranco Alto, em Caraguatatuba. O proprietário das aves foi multado em R$ 8,5 mil.

- Publicidade -

A Polícia Ambiental foi chamada na quinta-feira (26) para atender a denúncia anônima de aves em cativeiro. A equipe foi recebida pelo proprietário que permitiu sua entrada. Foram localizadas as duas aves nativas da fauna brasileira; a arara estava de asas cortadas, o que caracteriza maus-tratos, inclusive, ela consta na lista de animais em extinção.

Questionado, o proprietário afirmou possuir uma nota fiscal de compra da arara, que os militares suspeitaram ser falsa, e assumiu  não possuir autorização para manter o sabiá em cativeiro.

arara
A arara estava com a asa cortada (Foto: Polícia Ambiental)

Diante disso, a ocorrência foi apresentada na Delegacia de Polícia Central de Caraguatatuba e o delegado de plantão determinou a apreensão das aves e da nota fiscal para serem periciadas.

Nesta segunda-feira (30), no Centro de Controle de Zoonoses, foi confirmado o crime ambiental contra a arara; o sabiá foi encaminhado para a Fundação Animália.

O laudo da nota fiscal ainda não ficou pronto.

Multa

Foi confeccionado o auto de infração ambiental por infringir o artigo 25 parágrafo 3°, inciso III, da Resolução da Secretaria do Meio Ambiente (SMA), 48/14 e pela prática do crime previsto no artigo 29 da resolução SMA-48/14 “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”.

O valor total da multa foi de R$ 8,5 mil.

A Arara

Animal ameaçado de extinção, sua plumagem apresenta basicamente duas cores: o azul da parte superior e o amarelo da inferior, principalmente região ventral. A garganta e as fileiras de penas faciais são pretas.

O bico é negro, forte, alto e curvado, adaptado para cortar sementes duras. O maxilar é branco, com a parte inferior negra. A arara pode atingir 80 cm de comprimento e pesar cerca de 1,3 kg.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui