Prefeitura de Caraguatatuba e PM fazem operação ‘Abafa’ na Martim de Sá

Ação foi uma resposta aos fluxos ocorridos nos últimos finais de semana e fizeram representantes dos poderes públicos se reunirem com síndicos de vários prédios da praia.

0
78
Operação Abafa foi realizada pra reduzir aglomeração na Martim de Sá (Fotos: Divulgação)

Equipes da Prefeitura de Caraguatatuba e da Polícia Militar fizeram uma operação ‘Abafa’ na praia Martim de Sá, no final de semana, para evitar e eliminar os pontos de baderna. Comércios, como adegas, foram orientados a fechar no horário de forma a evitar a aglomeração de pessoas.

- Publicidade -

Essa ação foi uma resposta aos fluxos ocorridos nos últimos finais de semana. Na sexta-feira (25), representantes dos poderes públicos se reuniram com síndicos de vários prédios da Martim de Sá para explicar as medidas a serem adotadas contra as algazarras que estavam extrapolando a madrugada.

“Identificamos que a bagunça ocorria após 1h30 da madrugada, após nossa passagem e dos fiscais da prefeitura, por isso, os horários de rondas foram modificados”, explicou o capitão Adriano Vieira Diniz, comandante da 2ª Cia da Polícia Militar em Caraguatatuba. Ele acrescenta que o reforço foi para abafar e dispersar os arruaceiros.

Já o vice-prefeito de Caraguatatuba, Capitão Campos Junior, expôs aos moradores as estratégias para fechar e multar os comércios que não respeitarem os horários de funcionamento cujo limite é 23h30.

O presidente da Câmara, Carlinhos da Farmácia, também esteve presente após receber pedido dos moradores e agradeceu a reunião que serviu para tirar as dúvidas dos moradores. “Viemos em busca de ajuda para esse problema e foi bom ouvir que ações estão sendo tomadas”.

Participaram do encontro Fernando Teani e Marissa Monge (Edifício Itaparica), Elaine (Condomínio Terraças e Primavera), Ricardo Abdala (Madrig III), Patrícia (Costa Esmeralda e Baleia Branca), Fabiana (Varadas e Martim 935), José Carlos (Village Dall Costa), Mauro Eli dos Santos e Sergio Amaral (Edifício Riviera), Ari Teixeira (Arpoador), Emilio Fezzii (Las Palmas), Rosane Bisan (Costa Dourada), Magali Buoni e Marcos Basso (Condomínio Costa Azul), Alan Marcelino (Câmara), Wilber Cardozo (secretário de Urbanismo) e Cintia Fernandes Alves, presidente do Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente (CMDCA).

Integrantes do CMDCA também estiveram à noite na operação ‘Abafa’ para verificar a situação dos jovens, mas de acordo com o órgão, não houve necessidade de intervenção junto a eles no final de semana. “Foi tranquilo do ponto de vista de prevenção com menores, bebidas alcoólicas e drogas”, informou.

Balanço Operação Abafa

No geral, as equipes que participam dessa força tarefa abordaram mais de 760 pessoas no final de semana, cerca de 180 estabelecimentos comerciais e 62 veículos. Foram apreendidos oito veículos, bem como registrados 10 autos de infração pela PM.

Operação Abafa foi realizada pra reduzir aglomeração na Martim de Sá (Fotos: Divulgação)

Também foram verificadas 17 denúncias de perturbação de sossego e houve registro de duas autuações, uma de adega no Ipiranga que não respeitou o horário de fechamento, às 23h30, e um restaurante na Massaguaçu que não cumpriu os protocolos sanitários de evitar aglomeração.

Importante destacar que para reclamações de locais aglomerados, perturbação de sossego de comércios o morador pode ligar no Canal 156 que as equipes farão a fiscalização. No caso de perturbação de sossego em residências, ruas carros, o contato deve ser pelo 190 da PM.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui