Pinguins-de-Magalhães são resgatados em Caraguá e Ilhabela

Os pinguins serão cuidados para depois serem devolvidos ao seu habitat natural

3
124

Dois Pinguins-de-Magalhães foram resgatados em Caraguatatuba e Ilhabela nesta semana. Os animais estavam debilitados e, no caso de Caraguá, com um ferimento na cabeça. Eles foram encaminhados Instituto Argonauta, em Ubatuba, para receberem cuidados especializados e poderem ser devolvidos ao seu habitat natural.

- Publicidade -

Em Caraguatatuba, a Polícia Militar Ambiental Terrestre recebeu um chamado, solicitando o resgate de um pinguim no bairro Tabatinga, extremo norte do município, neste sábado (27).

Polícia Ambiental resgata pinguim em Caraguatatuba
Polícia Ambiental resgata pinguim em Caraguatatuba (Imagem: Divulgação)

Uma mulher que caminhava pela orla da praia se deparou com a ave e, com ajuda de pescadores locais, conseguiu capturar o animal. Ele estava em condições de saúde debilitada e, apesar de magro, estava agitado e com um ferimento na cabeça.

Em Ilhabela, o pinguim foi resgatado pela equipe de biólogos da Mar e Vida Ecotrip. No mesmo dia, foram avistados mais de 100 animais da mesma espécie saudáveis e dois pinguins mortos na região.

Os profissionais explicam que nessa época do ano é comum ver pinguins no Litoral Norte. A espécie migra para o norte em busca de alimentos em águas mais quentes e podem acabar pegando alguma correnteza e se perdendo. Alguns podem estar cansados e procuram as praias e costeiras para descansar, por isso a orientação é não mexer no animal.

Caso o animal esteja debilitado, é possível acionar o Programa de Monitoramento das Praias (0800 642 3341) ou Guarda Civil Municipal (199).

O que fazer se encontrar um pinguim?

Veja as dicas do Instituto Argonauta para sua segurança e da ave marinha.

  • Se o animal estiver nadando, não se aproxime;
  • Se ele estiver tentando sair da água, dê espaço, ele pode estar cansado. Agora, se o pinguim estiver na areia, é necessário chamar a equipe de atendimento;
  • Não puxe o animal, pois ele pode se sentir ameaçado. Não tente devolvê-lo à água, se ele veio para a areia, precisa descansar e de cuidados;
  • Isole a área para manter o animal afastado de curiosos, cachorros e urubus;
  • Se precisar realmente pegá-lo, segure firme com a mão direita atrás da cabeça e com a mão esquerda apoie a barriga. Se precisar, utilize uma toalha para segurá-lo;
  • Cuidado com o bico, mantenha-o afastado dos olhos;
  • Mantenha o animal aquecido em caixa de papelão, envolto em uma toalha ou jornal. Caso esteja muito sol, improvisar uma sombra pode ser uma boa alternativa até a chegada do resgate;
  • Não o coloque em contato com o gelo ou dentro do isopor. Ele pode morrer;
  • Relaxe para não o estressar;
  • Nunca tente alimentá-lo;
  • Se possível fotografe sem flash.

 

3 COMENTÁRIOS

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui