Instituto Argonauta recebe primeiro pinguim da temporada 2020

Ave foi resgatada em Ilhabela e apresentava sinais de cansaço e desidratação

1
81
Pinguim foi encontrado cansado e desidratado (Foto: Divulgação Instituto Argonauta)
Pinguim foi encontrado cansado e desidratado (Foto: Divulgação Instituto Argonauta)

Um pinguim juvenil foi resgatado neste mês em uma praia de Ilhabela. Ele é o primeiro da temporada dessas aves que aparecem nesta época pelo Litoral Norte.

- Publicidade -

O resgate foi feito pela equipe do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), do Instituto Argonauta, na praia do Itaguaçu, e ele apresentava sinais de cansaço e estava desidratado.

Inicialmente, o Pinguim-de-Magalhães (Spheniscus magellanicus) recebeu os primeiros cuidados na Unidade de Estabilização do Argonauta em São Sebastião, e depois de estabilizado, foi transferido para o Centro de Reabilitação e Despetrolização (CRD) onde recebeu cuidados especiais.

Neste local, ele deve permanecer em reabilitação até que esteja apto e saudável para ser, futuramente, solto no mar.

De acordo com o Instituto Argonauta, o aparecimento de pinguins na costa brasileira é bastante comum, pois todos os anos eles se lançam ao mar em busca de alimento. Mas alguns acabam se perdendo do grupo e são encontrados nas praias da região.

Pinguim não gosta de gelo

Pinguim foi encontrado cansado e desidratado (Foto: Divulgação Instituto Argonauta)
Pinguim foi encontrado cansado e desidratado (Foto: Divulgação Instituto Argonauta)

Em geral, eles migram das regiões patagônicas e Ilhas Malvinas onde existem as colônias de reprodução. Ao contrário do que muitos imaginam, os Pinguins-de-Magalhães não são polares, por isso, não estão adaptados a baixas temperaturas.

Diante disso, a orientação é que caso encontre um pinguim na praia, o ideal é colocá-lo em um lugar seco como, por exemplo, uma caixa de papelão, envolto em uma toalha ou jornal para mantê-lo aquecido, e  esperar o resgate especializado chegar.

O Instituto Argonauta reabilita pinguins desde 1998 em continuidade ao trabalho realizado pelo Aquário de Ubatuba desde 1996, tendo resgatado diversos Pinguins-de-Magalhães nos anos em que os mesmos tiveram presentes na costa da região.

Para acionar o serviço de resgate de mamíferos, tartarugas e aves marinhas, vivos debilitados ou mortos, entre em contato pelos telefones 0800-6423341 ou direto no Instituto Argonauta (12) 3833-4863 – 3833.5789/ (12) 3834-1382 (Aquário de Ubatuba)/ (12) 38335753/ (12) 99705-6506 – WhatsApp.

1 COMENTÁRIO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui