Mais um profissional da saúde é curado do coronavírus em Caraguatatuba

No Estado de São Paulo o novo vírus já mata uma pessoa a cada 30 minutos

1
173
A cidade tem 13 casos confirmados da doença, com 2 mortes (Foto: Divulgação)

Após nove dias de internação na Casa de Saúde Stella Maris, passando pela Unidade de Terapia Intensiva (UTI), um médico de 41 anos que trabalha no Samu teve alta do tratamento contra o novo coronavírus (Covid-19).

- Publicidade -

O profissional apresentou sintomas da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), que incluíam febre, tosse seca, dor de cabeça, dores musculares e dificuldade para respirar.

“Fui muito bem atendido pela equipe de médicos e enfermeiros da Santa Casa. No momento estou em casa cumprindo o período de convalescença. Acredito que dentro de duas semanas devo estar completamente recuperado para retornar às atividades profissionais”, disse o médico que não apresenta mais sintomas da doença.

Ele é o segundo caso de profissional de saúde que positivou para coronavírus em Caraguatatuba e que trabalhava no atendimento de pacientes na cidade.

O primeiro curado foi um médico pediatra, de 47 anos, que recebeu alta na manhã de terça-feira (14). Ele ficou três dias internado na UTI da Casa de Saúde Stella Maris.

O primeiro caso de cura em Caraguatatuba foi de uma idosa de 71 anos, que testou positivo pelo Instituto Adolfo Lutz e ficou em observação na UPA do Centro. Ela passa bem e está em casa com a família.

Hoje o município possui 13 casos confirmados da doença, sedo duas mortes. Os pacientes com quadro suspeito que aguardam exame são 89. Já os registros de sídrome gripal, com sintomas leves e sem pedido de exame, atingiram 462.

No Estado de São Paulo o novo vírus já mata uma pessoa a cada 30 minutos. Os números desta quinta-feira (16) somam 853 óbitos e 11.568 casos confirmados, sendo 1.115 pessoas internadas em leitos de UTI e 1.264 em enfermarias.

1 COMENTÁRIO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui