Dersa limita número de passageiros nas travessias litorâneas

O número de pedestres e ciclistas transportados nos catamarãs vai diminuir de 850 para 120

0
155
Catamarãs vão limitar entrada de passageiros (Foto: Nova Imprensa)

Por conta da pandemia enfrentada em todo o mundo pelo coronavírus (Covid-19), a Dersa, responsável pelo serviço de travessias de balsas no Esstado de São Paulo, vai operar com capacidade reduzida de passageiros entre São Sebastião e Ilhabela.

- Publicidade -

O número de pedestres e ciclistas transportados nos catamarãs vai diminuir de 850 para 120. Com a nova determinação, só será permitido o embarque de 50 pessoas na LS 02 (que suporta 370 passageiros) e 70 na LS 05 (que poderia levar até 450 pessoas).

Segundo a Dersa, a medida visa impedir aglomerações e reduzir a chance de disseminação da nova doença e está em consonância com as ações anunciadas pelo Governo do Estado de Sao Paulo para reduzir a propagação do vírus.

A empresa informou ainda que reforçou a limpeza e a higienização das lanchas, que estão sendo feitas a cada viagem. Também foi disponibilizado material visual contendo informações sobre as medidas de prevenção.

Litoral Sul

Já na travessia Santos/Vicente de Carvalho a estratégia prevê o uso de quatro lanchas no horário de pico. Com a capacidade máxima garantida é possível aumentar a frequência de viagem e diminuir o número de pessoas nas embarcações. Fora do horário de pico, serão disponibilizadas três embarcações.

A lancha Paicará (capacidade de 728 pessoas), a Itapema (capacidade de 185 pessoas), LS 03 e LS 04 (ambas com capacidade de 370 pessoas) também terão seu embarque limitado. A Paicará irá transportar 220 usuários e a Itapema passará a permitir 80 pessoas. As duas LS passam a permitir 160 usuários cada.

Em Santos e Guarujá, a travessia de ciclistas nas balsas será limitada a 150 usuários por viagem. As travessias contarão com o apoio da Polícia Militar. O objetivo é diminuir a propagação do vírus e atende às diretrizes do Governo de São Paulo, que criou um Centro de Contingência.

Comitê extraordinário

O Governo do Estado de São Paulo criou um comitê administrativo extraordinário com poder de decisão para tomar medidas emergenciais durante a pandemia de coronavírus. O grupo é comandado pelo vice-governador Rodrigo Garcia, que também é Secretário de Governo.

Um guia de prevenção foi também lançado pelo Governo. Para acessá-lo, basta ir ao site saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui