Corpo de mulher arrastada por enxurrada é encontrado depois de três dias

As buscas foram feitas desde domingo (12) por Bombeiros e Defesa Civil

0
293
Defesa Civil faz vistoria pelo Rio Itú, em Boiçucanga (Foto: Divulgação/PMSS)

As buscas foram feitas desde domingo (12) por Bombeiros e Defesa Civi
Após três dias de buscas realizadas pelo Corpo de Bombeiros com apoio da Defesa Civil de São Sebastião, o corpo de Gildete Bispo dos Santos, moradora de Boiçucanga, de 56 anos, foi localizado no Rio Itu, próximo ao local de onde teria sido arrastado.
Ela estava desaparecida desde a manhã de domingo (12), quando voltava do trabalho e seu corpo foi localizado por um pescador local às 9h desta quarta-feira (15).
Com o apoio da embarcação do Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar), “verificou-se que corpo que confere com as características da vitimas, bem como, apresenta sinais de decomposição compatíveis com o tempo de desaparecimento”, informou o capitão do Corpo de Bombeiros, Newton Krüger.
A Defesa Civil informou que estava com os familiares no momento em a notícia foi recebida, prestando todo o apoio. “O corpo foi levado para a rampa de acesso da Marina Itapoa e apenas um irmão da vítima, que fez o reconhecimento, está no local acompanhando os trabalhos”.

- Publicidade -

Desaparecimento

A vítima desapareceu (https://novaimprensa.com/2020/01/mulher-desaparece-em-boicucanga-e-pode-ter-sido-levada-por-enxurrada.html) em Boiçucanga, Costa Sul de São Sebastião, quando voltava do trabalho no domingo (12) pela manhã. Segundo a Defesa Civil, chovia muito e Gildete caminhava próximo à margem do Rio Itu.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui