De Ubatuba para o mundo: Filipinho se consagra nº1 do surfe na Califórnia

O surfista de Ubatuba, Filipe Toledo, se consagrou campeão mundial de surfe, na noite desta quinta-feira (8), na decisão da WSL, na Califórnia. Esse é o quarto título mundial do Litoral Norte, após três medalhas de ouro trazidas pelo sebastianense Gabriel Medina.

Filipinho venceu a série melhor de três contra outro brasileiro, Ítalo Ferreira, e garantiu o título mundial. Ele venceu as duas primeiras baterias e não precisou de uma terceira para levantar o troféu. Antes do fim, já chorava dentro da água.

O surfista, que foi para a etapa final na liderança do ranking, conquista o título pela primeira vez, aos 27 anos. No ano passado, ele bateu na trave ao perder a decisão para Medina. Esse é o sexto título brasileiro na história da WSL.

De Ubatuba para o mundo

O campeão mundial nasceu em Ubatuba, onde dropou as primeiras ondas e disputou diversos campeonatos locais. Em 2014, quando a carreira no surfe já começava a decolar, Filipinho mudou para Califórnia para se especializar no esporte. O atleta sempre se destacou pelos bons movimentos na água, principalmente as manobras aéreas.

Apesar de estar longe do Litoral Norte, o surfista ajuda projetos sociais na região e, em 2021, fundou uma escola de surfe na Praia Grande.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.