Iniciada há 3 anos, obra em Boiçucanga tem mais um prazo vencido

Vence nesta sexta-feira (10) o terceiro prazo para término da obra na orla de Boiçucanga, em São Sebastião. Iniciada em outubro de 2019, a obra tinha cronograma para durar um ano, e seria entregue às vésperas das últimas eleições, mas já se arrasta há três anos.

Ao longo desse período, os trabalhos sofreram diversas paralisações, a mais recente entre março e maio deste ano. A obra foi retomada há cerca de 15 dias. Nesta quinta-feira (9), cinco calceteiros estavam no local, trabalhando na colocação de bloquetes.

A Prefeitura culpou o Governo do Estado pelo atraso, já que a obra depende de repasse de verba. A Secretaria Estadual de Turismo rebateu. “Ao contrário do que diz a Prefeitura de São Sebastião, o atraso do repasse ocorreu porque a execução depende do empenho e da agilidade da Prefeitura no equacionamento das pendências, entre elas, correções de planilhas e pedidos de aditamento de prazo. E isso demorou para ser feito”, apontou o órgão estadual, em nota publicada, no final do ano passado, no jornal Folha de São Paulo.

Nesta quinta, a Secretaria enviou nota também ao Nova Imprensa, informando que já repassou R$ 2,3 milhões ao município. Segundo o órgão, uma vistoria foi realizada em fevereiro, quando verificou-se a execução de 38% da obra. Já a Prefeitura não quis dar explicações nem estipular um novo prazo.

A obra em Boiçucanga foi contratada por R$ 6,5 milhões, mas o prefeito Felipe Augusto assinou acréscimos de mais R$ 2 milhões. Quanto mais demora, mais cara fica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.