Vereadores autorizam Prefeitura a contrair empréstimo de R$ 10 milhões

O roteiro é conhecido. Tradicionalmente, a última sessão do ano, na Câmara Municipal de São Sebastião, costuma reservar projetos polêmicos, que são votados sem divulgação prévia e em regime de urgência. E foi assim, mais uma vez, a toque de caixa, que a maioria dos vereadores aprovou um novo empréstimo para a Prefeitura, nesta terça-feira (14).

O valor é de R$ 10 milhões, a ser emprestado pela Desenvolve SP – uma agência financeira do Governo do Estado. Segundo o projeto, a quantia será destinada para obras de pavimentação. Não há informação de quantas e quais vias seriam contempladas.

Outros três empréstimos já tinham sido autorizados junto ao Desenvolve SP. O Nova Imprensa apurou que, nos últimos dois anos, o município contraiu R$ 52 milhões em empréstimos. Até agora, pagou R$ 2,5 milhões.

Diferentemente dos projetos anteriores, o que foi aprovado nesta terça não detalha as condições (prazo de carência, de financiamento, taxa de juros). Mesmo assim, oito vereadores foram favoráveis.

“Os juros são baixos (7% ao ano, segundo o vereador). Qualquer empresário pegaria esse empréstimo. Tenho mais de oito”, alegou Mauricio Bardusco. Na mesma linha, Pedro Renato também comparou com um empréstimo pessoal que fez para terminar uma obra. “As ruas precisam ser calçadas”, defendeu ele.

Já os vereadores contrários apontaram má gestão e falta de detalhamento do projeto. Para André Pierobon, o prefeito está “endividando o município pra satisfazer interesse político”.

É o que entende também Wagner Teixeira. “Usa mal o dinheiro, incha a folha de pagamento, porque a hora que aperta faz empréstimo. Ser prefeito fazendo empréstimo é mole”, disse Wagner.

Também contrário, Giovani Pixoxó destacou a falta de credibilidade do prefeito. “Vou dar voto de confiança pra esse gestor corrupto, ladrão?”, declarou Pixoxó.

Os três lembraram ainda que o projeto chegou à Câmara pouco antes da sessão, sem tempo para análise.

Além de Mauricio e Renato, votaram a favor do empréstimo os vereadores Daniel Soares, Felipe Cardim, Daniel Simões, Diego Nabuco, Marcos Fuly e Edivaldo Campos, o Teimoso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.