Medina perde etapa do Mundial de Surfe porque não quis tomar vacina

O surfista sebastianense Gabriel Medina não vai participar da última etapa do Mundial de Surfe em Teahupoo, no Taiti, pois não quis tomar a vacina contra Covid-19. O bicampeão mundial precisaria estar imunizado ou cumprir 10 dias de quarentena depois da próxima etapa no México, mas não daria tempo.

O Comitê Olímpico Brasileiro disponibilizou o imunizante para todos os atletas que participaram das Olimpíadas em Tóquio, mas Medina preferiu não tomar.

O surfista disse nas redes sociais que não está preocupado com sua ausência na etapa, pois é líder do ranking com grande vantagem. O atleta tem 46.720 na classificação geral e está mais de 13 mil pontos a frente do segundo colocado, Ítalo Ferreira.

Boa notícia para o medalhista de ouro olímpico, que poderá aproveitar a oportunidade para diminuir a distância de Medina.

Depois de perder Teahupoo, que é a última etapa que vale pontos, Medina vai para a Lower Trestles, na Califórnia, onde acontecerá a grande final da competição, entre os dias 9 e 17 de setembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.