São Sebastião agenda reabertura de escolas após 1 ano e 5 meses

Retorno será com rodízio nas escolas e meio período nas creches; cidade é a única cidade do Litoral Norte que ainda mantém as unidades fechadas

0
75
fappornvideos.com www.xxnx.sex phimtube
escolas
Escolas devem retornar com rodizio para abrigarem 50% da capacidade dos alunos (Foto: Helton Romano/ NI)
- Publicidade -

A Prefeitura de São Sebastião programou para 2 de agosto a reabertura das escolas e creches municipais. Nessa data, os cerca de 15 mil alunos terão completado 506 dias sem aulas presenciais.

- Publicidade -

O ensino remoto foi a alternativa durante o período de pandemia da Covid-19, mas ficou longe de substituir o aprendizado das salas de aula. Professores tiveram que dispor de seus próprios recursos (celular, internet), e pais tentaram auxiliar no ensino daquilo que, muitas vezes, nem eles próprios sabiam.

O retorno às aulas presenciais foi anunciado inicialmente para o dia 4 de fevereiro. Duas semanas depois, a Prefeitura adiou para 8 de março. Mas com o agravamento da pandemia, a retomada foi novamente adiada.

No Litoral Norte, São Sebastião é a única cidade que ainda mantém escolas e creches fechadas. Em Ilhabela, as aulas presenciais voltaram dia 8 de fevereiro; em Ubatuba, 19 de abril; e em Caraguatatuba, 10 de maio. Também na vizinha Bertioga, as aulas retornaram dia 24 de maio.

Depois da retomada, houve suspensão de aulas em, pelo menos, três unidades de Ilhabela, no mês de junho e quatro escolas de Caraguá devido a casos de Covid.

Planejamento e replanejamento nas escolas

Pressionada por pais, a Secretaria de Educação de São Sebastião (Seduc) enviou um comunicado interno às escolas, agendando a reabertura. O documento, datado de 30 de junho, informa que as escolas seriam reabertas com 35% da capacidade. É o que prevê também o plano publicado no site da Seduc.

Dessa forma, os gestores das escolas montaram um planejamento de rodízio entre três grupos de alunos. Uma semana depois, a Seduc mudou de ideia e aumentou a capacidade para 50%, obrigando os diretores a refazer toda a programação. A alteração ainda não foi comunicada às escolas, apesar de já ter sido divulgada em redes sociais.

O plano da Seduc prevê alternância diária entre os grupos de alunos, mas há diretores que preferem um rodízio semanal, como ocorre em Caraguá, por exemplo.

Segundo a Seduc, o retorno às aulas presenciais é opcional. Quem não quiser retornar, ficará também sem ensino remoto, já que os professores vão trabalhar, exclusivamente, nas salas de aula. Nesse caso, os alunos apenas receberão atividades para fazer em casa. “Dessa forma não considero opcional. Somos obrigados a mandar, querendo ou não”, comentou a mãe de um aluno.

Vacinação

O professor Hipólito Santana, diretor do Sindicato de Professores (Siproem), acredita que o maior desafio para os docentes é vencer o próprio medo. “Uma coisa é estar vacinado, outra coisa é controlar as variáveis da escola porque depende de uma gestão”, disse Santana. Ele espera que os professores, que ainda não tenham recebido as duas doses da vacina, sejam preservados num primeiro momento.

Já nas creches não haverá rodízio. As crianças vão poder frequentar todos os dias, mas com apenas quatro horas de permanência de manhã ou à tarde.

Creches vão receber todos os alunos em período reduzido de 4 horas (Foto: Helton Romano/ NI)

- Publicidade -
frpornosexe big tit woman dildos her snatch.
cum from gross fat guy. indianxnxx swallowed adorable teens take turns sucking a big cock.
xxxbunker

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui