Prefeito nomeia 286 comissionados em dois meses de mandato

Familiares e cabos eleitorais de vereadores estão entre os contratados

0
351
comissionados
Felipe Augusto exonerou funcionários na campanha eleitoral e recontratou (Foto: Divulgação)

O segundo mandato do prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, já soma 286 nomeações para cargos comissionados, em menos de dois meses. As portarias, que ainda não haviam sido divulgadas até o início da semana, foram atualizadas na última sexta-feira (19).

- Publicidade -

A maioria dos nomeados já tinha cargo no mandato passado. Foram exonerados logo depois das eleições e retornaram agora. Para muitos deles, a perda do salário de dezembro e janeiro foi compensada por verbas indenizatórias, que renderam remuneração maior que a do salário.

Cargos comissionados

Entre os comissionados escolhidos constam familiares e cabos eleitorais de vereadores. A esposa do vereador Daniel Simões é chefe de Alimentação Escolar. O sobrinho de Marcos Fuly é diretor na Secretaria de Habitação.

Um assessor do vereador Diego Nabuco, ficou pouco mais de um mês no cargo, e virou chefe de serviços públicos no Itatinga e Olaria. Esse cargo era ocupado por um apadrinhado do vereador Edivaldo Campos, o Teimoso, que acabou sendo remanejado para a chefia do Varadouro/Guaecá. Teimoso também indicou o diretor da Regional Topolândia e manteve sua esposa empregada no hospital.

O ex-vereador Elias Rodrigues, suplente de Fuly e nomeado como assessor especial do prefeito, também tem a esposa no cargo de assessora de Assuntos de Saúde.

Mesmo com eventos suspensos há quase um ano, por conta da pandemia, foram preenchidos cargos ligados a essa atividade. É o caso de Roberto Soares Freire, nomeado assessor de Eventos Esportivos, e também de Elaine Rufino Borges, chefe do Centro de Eventos.

Boa parte dos funcionários comissionados, porém, exercem funções que não tem relação com o cargo. A assessora de Qualificação Profissional, Cristiane Almeida, trabalha na entrega de doações do Fundo Social. A assessora de Captação de Recursos e Convênios, Fernanda Cleone, auxilia no atendimento dos Correios em Boiçucanga. Para isso ganha R$ 5 mil.

Outra prática comum na Prefeitura de São Sebastião é a nomeação com data retroativa. Dessa forma, o funcionário recebe salário do período anterior à nomeação, sem comprovação de que tenha cumprido expediente.

Gastos públicos

O custo da folha de pagamento de janeiro ficou em torno de R$ 23 milhões. O valor está no mesmo patamar da folha de janeiro do ano passado. A comparação revela que, apesar da propagada crise financeira, não houve corte de despesas de pessoal.

Em fevereiro o custo deve disparar, já que 226 nomeações não entraram na folha do mês passado. Além disso, em fevereiro houve ainda 113 admissões para cargos efetivos.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui