PSB lança Amilton Pacheco canditado a prefeito de São Sebastião

Candidata à vice é professora e residente na Costa Norte

0
167
Amilton Pacheco e sua candidata à vice Amélia (Foto: Divulgação)

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) confirmou, em convenção realizada nesta quinta-feira (10), a candidatura de Amilton Pacheco para pleitear o cargo de prefeito de São Sebastião. A professora Amélia Silva foi indicada como vice-prefeita. A chapa terá 20 candidatos a vereador, sendo 18 do PSB e 2 do PMN.

- Publicidade -

Amilton é o atual vice-prefeito da cidade, mas está longe do governo desde 2018 quando houve rompimento com o prefeito Felipe Augusto (PSDB) por conta das eleições para o governo do Estado, onde apoiou Márcio França.

Inclusive, ao fazer seu discurso sobre a candidata à vice, Amilton Pacheco disse que a escolha se deu em conjunto com o ex-governador Márcio França e seu filho Caio França, deputado estadual.

Pacheco aproveitou a convenção para explanar sobre a semana difícil que teve, com muita pressão, “mas minha candidatura é pautada pela honestidade e por isso sigo em frente e peço a união dos candidatos na caminhada da campanha eleitoral”.

História de Amilton

Nascido e criado na cidade de São Bento do Una (PE), o candidato Amilton Pacheco é de uma família grande, humilde e que sempre esteve presente na vida pública. Filho de Luiz Pacheco e Maria do Carmo da Silva é o caçula de 8 irmãos.

A paixão pela vida pública vem de seu Pai, Luiz Pacheco, que tinha uma pequena mercearia, trabalhava na roça e era fiscal da prefeitura.

Ao ver tanto empenho de seu pai, em sustentar a família e ajudar o povo, Amilton Pacheco logo despertou o mesmo sentimento e começou a trabalhar cedo. Quando criança comprou uma porquinha e vendia seus filhotes para contribuir com as despesas da casa.

Mas ele queria mais e iniciou o seu primeiro emprego com o um dos irmãos em uma oficina mecânica, onde colava pneus, comprava, reformava carros velhos e vendia.

Quando se mudou para São Paulo, foi morar com um de seus irmãos e trabalhou em uma estamparia, oficina de um supermercados e também foi cobrador de loja de roupas.

No ano de 1988, Amilton Pacheco recebeu convite de um primo para que viesse morar em São Sebastião, no bairro de Boiçucanga. Pouco tempo depois se mudou para Toque-Toque. Nesse período trabalhou como caseiro, foi zelador de um dos condomínios do bairro, presidente do Esporte Clube Caiçara de Toque-Toque Grande e presidente da Associação de bairros (SAPEQUE). Também foi membro da Fundação pró Mata Atlântica, do Conselho da União dos Vereadores do Estado de São Paulo (Uvesp) e vice-presidente da Frente Parlamentar do Litoral Norte.

Em 1996, colocou seu nome à disposição como vereador de São Sebastião, sendo o candidato mais votado de seu partido, na época o PT do B. Foi candidato a vereador em 2000 e 2004 pelo PFL. Em 2005, Pacheco foi convidado pelo prefeito da época, Juan Garcia, para assumir o cargo de assessor técnico da Sub-Prefeitura da Costa Sul.

Em 2007 Amilton Pacheco se filiou ao PSB e concorreu as eleições de 2008, sendo eleito com 857 votos, o segundo vereador mais votado de seu partido e o quinto mais votado dos 10 eleitos para o período de 2009 a 2012.

Foi nomeado presidente do PSB e no seu último ano como vereador recebeu o título de Cidadão Sebastianense.

Em 2018, já como vice-prefeito, Pacheco conta que começou a perceber que alguma coisa não estava indo bem na administração e ao questionar e tentar entender alguns fatos foi ‘convidado’ pela atual gestão a se afastar do prédio da prefeitura, sendo impedido até mesmo de ter o seu gabinete dentro do paço municipal.

Vice

A candidata à vice, Amélia Silva tem 32 anos, é nascida em Presidente Bernardes (SP), mas reside na Costa Norte da cidade desde 1993. Ela é filha de militar e de professora da rede municipal.

Atualmente, desenvolve suas atividades na área de assistente administrativo em uma empresa de prestação de serviços. Passou por três contratos na Prefeitura de São Sebastião sem vínculo empregatício na função de estagiária na área da educação, onde possibilitou conhecer as necessidades dos profissionais da educação, famílias e nossas crianças.

Posteriormente, teve a oportunidade de fazer parte de programa social voltado aos jovens de 14 a 24 anos , podendo conhecer o mundo dos jovens e assim lutar por cada um.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui