Ubatuba registra primeiro caso de Covid-19 em aldeias indígenas

Equipes de sáude já fizeram 230 testes rápidos e seguem com as ações esta semana

2
163
Ubatuba
Índios Guarani são testado na aldeia Boa Vista (Foto: Tatyana Andrade)

As populações de aldeias indígenas de Ubatuba passaram a receber visitas de equipes de saúde para realização de testes em massa para coronavírus (Covid-19). Foram realizados 230 testes rápidos e até o momento, foi confirmado um caso (assintomático) de contaminação entre os grupos.

- Publicidade -

A cidade de Ubatuba registra, nesta terça-feira (4), 527 casos confirmados da nova doença, além de 21 mortes. No momento, existem 17 pessoas internadas, sendo oito em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O município aguarda ainda o resultados de um óbito suspeito.

A ação junto aos grupos indígenas começou no dia 27 de julho e já passou pelas aldeias Boa Vista, no Prumirim, e Rio Bonito, na Casanga – e continua nesta semana na aldeia Renascer, no Corcovado.

Ubatuba

A iniciativa é da secretaria municipal de Saúde, por meio das supervisões de Vigilância em Saúde e Planejamento, em parceria com a secretaria estadual de Saúde e o Instituto Butantã.

Reivindicação de Ubatuba

A secretaria de Saúde de Ubatuba informou que trabalha para adquirir mais testes para atender outros grupos de comunidades tradicionais, como a população quilombola. Porém ainda não há previsão para data de chegada do material.

2 COMENTÁRIOS

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui