Vigilância Sanitária manda fechar Aquário de Ubatuba após aglomeração

Direção do estabelecimento nega descumprimento do protocolo de saúde e vai recorrer da decisão

1
152
Aquário
Aquário foi fechado na sexta-feira (Fotos: Aquário de Ubatuba/ Divulgação)

A Prefeitura de Ubatuba determinou, nesta sexta-feira (31), o fechamento do Aquário de Ubatuba por descumprimento de protocolos de saúde contra o avanço do coronavírus (Covid-19). O espaço havia sido liberado no dia 17 de julho e a autorização foi suspensa após apontamentos da Vigilância Sanitária sobre aglomeração de pessoas na fila, denunciada no dia 26 de julho.

- Publicidade -

Segundo técnicos da Vigilância, a administração do Aquário deveria dispor de profissionais para organizar as filas e manter o distanciamento social dos visitantes. “Considerando o ocorrido essa semana, sugiro que se suspensa temporariamente a permissão concedida, até que se apresente a correção e controle da situação. O caso ocorreu na calçada externa. Embora demarcada, não havia funcionário do empreendimento mantendo o controle”, diz o relatório.

Aquário

Aquário alega seguir as regras

O diretor do Aquário, Hugo Gallo, nega irregularidades nas diretrizes legais de saúde contra a pandemia e disse que vai recorrer administrativa e judicialmente da decisão. “Infelizmente, apesar de estarmos executando religiosamente o mais rígido protocolo do município, com precauções que vão muito além das exigidas por lei, fomos surpreendidos pela suspensão de nossas atividades pelas autoridades, com a alegação de acúmulo de público na rua, no exterior do Aquário”.

Ele afirmou que o fato da aglomeração aconteceu durante menos de uma hora, quando se formou uma fila equanto acontecia a higienização interna, que ocorre a cada três horas. “As fotos, que foram amplamente divulgadas na internet, foram tiradas justamente no horário da desinfecção. Nunca mais esse tipo de acúmulo aconteceu na porta do Aquário, ao contrário de inúmeros estabelecimentos que estão operando livremente na cidade, como igrejas, restaurantes, bancos, lotéricas, casas noturnas, lojas de departamento”, ressaltou ele.

Aquário

O diretor do Aquário alerta ainda para a questão do desemprego causado pelo novo fechamento. “Temos 55 colaboradores, que com a pandemia, caíram para 18. Com a reabertura, estávamos recontratando os outros 37, mas precisamos suspender o processo novamente”, lamenta Gallo.

A Prefeitura de Ubatuba informou que a liberação ocorrerá assim que o estabelecimento sanar o problema e após verificação da fiscalização dos órgãos competentes de saúde.

1 COMENTÁRIO

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui