Pesca do camarão é retomada após fim do defeso

Cerca de 10 barcos de pesca do crustáceo já saíram para o mar na segunda-feira

0
361
Com fim do defeso do camarão, venda do crustáceo movimenta Entreposto (Foto: Divuçgação/PMC)
Com fim do defeso do camarão, venda do crustáceo movimenta Entreposto (Foto: Divuçgação/PMC)

Este ano, por causa da pandemia do novo coronavírus, não houve a tradicional procissão com as imagens de São Pedro e Nossa Senhora dos Navegantes, com a cerimônia ‘Barcos ao Mar’, no Camaroeiro, que marca o fim do defeso e início da pesca do camarão.

- Publicidade -

Mais de cerca de 10 barcos de pesca do crustáceo já saíram para o mar na segunda-feira (1º), após três meses de defeso.

Pescador há 35 anos, Carlos Rodrigues do Nascimento, o Guri, 55 anos, tem duas embarcações devidamente documentadas, uma para a pesca do camarão rosa e a outra para o sete barbas e o branco.

“Este ano contratei seis pescadores de Itajaí (SC). Apesar da crise por conta da pandemia, estou apostando nas vendas para outras cidades e direto para o cliente, além do Entreposto do Camaroeiro”, disse.

Com fim do defeso do camarão, venda do crustáceo movimenta Entreposto (Foto: Divuçgação/PMC)
Com fim do defeso do camarão, venda do crustáceo movimenta Entreposto (Foto: Divuçgação/PMC)

O presidente da Associação de Pescadores da Praia do Camaroeiro, Nilo Rolim do Amaral, o Cabeça, disse que a entidade possui 33 associados, sendo 10 direcionados à pesca do camarão, e se mostra preocupado com as vendas por conta da pandemia do novo coronavírus.

“Grande parte dos nossos clientes é turista de fim de semana e também os quiosques. Por causa da pandemia e do isolamento social a cidade está bem vazia. Notamos que a circulação no entreposto caiu cerca de 70% desde que a doença chegou ao País. Vamos aguardar esse primeiro final de semana para avaliar as vendas”, declarou.

Os principais pontos de venda do camarão são os entrepostos do Camaroeiro e do Porto Novo, também funcionando normalmente para comercialização de pescados o entreposto da Cocanha, direcionado para mariscos e peixes.

Festival do Camarão

A presidente da Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba (Fundacc), Silmara Mattiazzo, lamentou o cancelamento da cerimônia ‘Barcos ao Mar’.

“É uma festa muito bonita organizada com todo carinho pela Fundacc. A pandemia realmente atrapalhou todo o calendário de eventos do município, este ano”, afirmou.

A presidente acrescentou que estuda juntamente com representantes da Secretaria de Turismo, Urbanismo e de Assuntos Jurídicos o adiamento do Festival do Camarão, que seria em julho. “Ainda não temos uma posição. Estamos avaliando algumas possibilidades”, disse.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui