Sabesp anuncia investimentos de R$ 60 milhões em Caraguatatuba

Dados foram apresentados durante prestação de contas à Prefeitura

0
1613

A implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) no Jardim Adalgisa, ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Indaiá, implantação de redes de esgoto nos bairros Jaraguazinho,  Golfinhos, Rio Marinas e prolongamento da rede no Rio do Ouro.

- Publicidade -

Esses são alguns dos investimentos realizados pela Sabesp e apresentado nesta terça-feira (10/03) durante prestações de contas à Prefeitura de Caraguatatuba após a renovação do contrato ocorrida em outubro de 2019. O pacote de intervenções prevê investimentos na ordem de R$ 60 milhões.

A cobertura do Reservatório do Guaxinduba, considerado de grande monta, terminou no ano passado e completou a Estação de Tratamento de Água (ETA) que atende toda a região da Martim de Sá.

O superintendente da Sabesp no Litoral Norte, Ruy César Bueno, destacou que as obras de esgoto do Jardim Gaivotas, investimento de quase R$ 11 milhões, que está em todo vapor e vai ajudar que Caraguatatuba atinja os níveis de universalização de saneamento básico.

Outro investimento é no Sistema de Lodo da ETA do Porto Novo, iniciado em janeiro deste ano e que deverá colocar Caraguatatuba entre as principais unidades do Estado de São Paulo do ponto de vista ambiental.

Entre as novidades apresentadas está a execução de obras do sistema de esgotos sanitários do bairro Jardim Adalgisa. O contrato, no valor de R$ 1.192.143,89, já foi assinado e o prazo de execução é de 360 dias.

Também estão na programação deste ano as redes de esgotos dos bairros Jaraguazinho e Golfinhos que vão beneficiar 900 famílias e tem investimento de R$ 6 milhões cada uma.

Na ocasião, o gerente de Divisão da Divisão de Caraguatatuba, Pedro Veiga, anunciou para 30 dias o início das obras de prolongamento da rede no Rio do Ouro.

Para o Jardim Califórnia, a obra que contempla 1.400 metros de rede coletora e uma estação elevatória para atender 900 ligações, deve ser entregue nos próximos dias. “Estamos concluindo a estação eletromecânica da elevatória para que ela entre em operação”, disse Veiga.

Um dos maiores investimentos, na ordem de R$ 17,6 milhões está focado na Setorização dos Sistemas de Abastecimentos de Água (SAA) que visa a redução de perdas e deve beneficiar todo o município com intervenções realizadas no Benfica, Guaxinduba, Palmeiras Norte e Porto Novo.

A ampliação da ETE Indaiá é outra meta da empresa, iniciada em novembro de 2019 e prevista para ser concluída em setembro de 2021. Ela permitirá resolver o problema de tratamento de esgoto do Jardim Gaivotas e Jaraguazinho.

Para o prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, a prestação de contas é importante para saber o que a Sabesp está fazendo, efetivamente, no município e pedir maior agilidade nas obras e investimentos.

Para ele, o início das obras no Rio Marinas, levando água para 412 imóveis já a partir desta quarta-feira, assim como 1 mil imóveis no Pegorelli será um ganho para a comunidade. “A Prefeitura tem feito sua parte com levando a regularização fundiária para esses núcleos, após acordo com o Ministério Público e essa contrapartida é primordial para essas famílias”.

Um exemplo é a comunidade do Jorginmar, onde 353 imóveis regularizados já receberam o abastecimento de água e agora a Sabesp faz projeto para levar a rede de esgoto.

A prestação de contas contou com a presença do presidente da Câmara, Carlinhos da Farmácia, os vereadores Tato Aguilar, Vilma Teixeira, Aguinaldo Butiá, De Paula e Vandinho, secretários municipais e equipes da Sabesp.

Foram esclarecidos programas como o Se liga na rede, voltado a famílias carentes, novas tecnologias desenvolvidas pela empresa para evitar a destruição asfáltica em locais onde a Sabesp precisa entrar para troca ou manutenção da rede e um projeto para a urbanização da Praça Isaías de Souza, no Porto Novo, onde a Sabesp possui um reservatório de água.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui