Rio-Santos é liberada e Tamoios segue interditada

Defesa Civil alerta para previsão de mais chuva até sexta-feira (7)

0
420
Rio-Santos ficou bloqueada por cerca de 12 horas (Foto: Divulgação)

A árvore de grande porte que caiu e bloqueou a Rio-Santos, na altura de Maresias, em São Sebastião, foi removida e o trecho foi liberado às 7h desta terça-feira (4). O acidente ocorreu devido às fortes chuvas na região. A rodovia dos Tamoios segue interditada desde às 16h20 de segunda-feira (3), por questões de segurança.

- Publicidade -

A árvore caiu por volta das 20h e arrastou fios de eletricidade nas proximidades do km 158+700, no trecho de serra. A via ficou eletrificada durante horas. Por conta do ocorrido, o trânsito teve 1,5 km de congestionamento. Cerca de 30 pessoas trabalharam nesta operação e ninguém ficou ferido.

Ainda em São Sebastião, a água atingiu 2 metros de altura em alguns pontos no bairro baleia Verde e as famílias ficaram ilhadas em suas casas. O prefeito da cidade, Felipe Augusto, esteve no local acompanhando as ocorrências de barco. Ele participou também do resgate de um cadeirante no bairro.

Por ter ultrapassado os 180 milímetros de chuva nas últimas 72 horas e pela previsão de 90 a 100 milímetros de chuva para os próximos três dias, São Sebastião segue em estado de atenção.

Na Tamoios não há previsão para liberação da pista. Os pluviômetros ainda indicam acúmulo de mais de 100 mm de chuva nas últimas 72 horas e, durante a madrugada, foi registrada a queda de uma árvore na altura do km 80.

No fim da manhã desta terça foi realizada Operação Comboio com escolta da Polícia Militar Rodoviária (PMRv). Inicialmente os veículos seguiram em direção ao litoral e, em seguida, à São José dos Campos. A Concessionária identificou condições favoráveis para a ação, retirando veículos retidos na pista e permitindo abastecimento de produtos para as cidades da região.

As equipes da Concessionária Tamoios permanecem monitorando o trecho e os equipamentos.

Previsão

A Defesa Civil Estadual emitiu um alerta sobre a previsão de mais chuva até sexta-feira (7), devido a uma combinação de sistemas meteorológicos. O órgão pede atenção especial para Vale do Paraíba e Litoral Norte, que são regiões mais vulneráveis.

No alerta, também consta que precipitações podem trazer rajadas fortes de ventos, descargas elétricas e granizo em pontos isolados, o que acarreta transtornos, como deslizamento de terra, alagamentos, enxurradas e tempestades com raio.

Cuidados

A Defesa Civil recomenda a população que não ultrapasse ruas alagadas, evite o contato com água contaminada e se notar alteração na topografia do local saia de casa e acione a Defesa Civil pelo telefone 199. É necessário redobrar o cuidado nas áreas de encosta e se atentar aos sinais de movimentação de massa, tais como, trincas em solo e residência.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui