Ressaca e maré alta assustam banhistas no Litoral Norte

0
18574

A ressaca e a maré alta provocaram ondas de mais de 2 metros de altura e assustaram banhistas em Ubatuba e Caraguatatuba na manhã deste domingo (23).  Muitos banhistas assustados, fizeram registros do fenômeno e publicaram nas redes sociais.

- Publicidade -

https://youtu.be/Qf8rOIrnHFQ

A água do mar saiu arrastando tudo que encontrou pela frente. Em uma das filmagens, um grupo de banhistas caiu no chão quando estava sentado em cadeiras de praia. Na praia das Toninhas, região central de Ubatuba, o desespero tomou conta das pessoas na praia.

Susto também nas praias do Tenório,  Laginha,  Praia Grande. Pelo menos seis pessoas ficaram feridas na cidade.

Em Caraguatatuba, segundo a Prefeitura, a Defesa Civil interditou quatro quiosques na praia da Mococa, por conta da ressaca alta e avanço da maré que chegou a 1,13 metro por volta das 14h. Ninguém ficou ferido, mas alguns comerciantes tiveram que retirar materiais de trabalho do local como geladeira, freezer, mesas, cadeiras e maquinários. A ajuda foi dada pela Secretaria de Serviços Públicos.

Fenômeno

O comandante do Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar), capitão João Batista Rapaci, explicou que devido à ressaca houve um aumento da maré,  de forma que o mar avançou em direção a praia.“Felizmente, não tivemos nenhuma ocorrência de pessoa arrastada ao mar ou até afogamento”, disse Rapaci.

A mesma informação foi dada pelo comandante do Corpo de Bombeiros do Litoral Norte, capitão Newton Krüger. “Não houve vítimas, apenas transtornos aos banhistas quando a maré chegou ao seu ponto máximo na faixa de areia”, disse Krüger. Ainda conforme ele, a ressaca coincidiu com a maré de sizigia, onde  se tem as maiores diferenças na tábua das marés. “Coincidentemente, as 14h01 estávamos com a maré no ponto mais alto (conhecido como estofo da maré), que provavelmente causou o transtorno”.

Ele alerta que a região estará sob influência da ressaca nos próximos dois ou três dias,  por isso a orientação é que os banhistas evitem as praias que sofrem maior influência da ressaca com a consequência de ondas. “Evitem costeiras  e pedras, elas são  escorregadias  e causam acidentes”, enfatizou o comandante Rapaci.

Segundo a Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), a passagem de uma frente fria  provocou a ocorrência de ressaca com ondas de Sudoeste a Sul. As ondas podem chegar à altura significativa de 2,5 metros na faixa litorânea entre Santos (SP) e Campos dos Goytacazes (RJ).

A Defesa Civil de Caraguatatuba continua em alerta e lembra que em caso de ocorrências a população deve ligar no 199.

Ocorrências

De acordo com o GBMar, neste sábado (22), houve ocorrências com embarcação que levou 14 pessoas para as ilhas em São  Sebastião para um acampamento. No retorno o barco deu pane e precisou de socorro. Já neste domingo, por volta das 6h, um morador de rua caiu da ponte no Itaguá, região central de Ubatuba, e foi encontrado horas depois.

Na Praia Preta, em São Sebastião, uma pessoa se afogou e foi jogada na costeira da própria praia. A vítima, de 44 anos,  foi retirada sem vida na costeira.

Imagens da Ressaca e Atendimento

 

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui