Fazenda de Mexilhão na praia da Cocanha vira roteiro turístico

Os visitantes do passeio, além de conhecer toda a criação, poderão escolher seu produto direto da fonte

0
307
DCIM101GOPROG0979431.JPG

Caraguatatuba conta com mais um atrativo turístico. O prefeito Aguilar Junior entregou nesta terça-feira (21/01), aos representantes da Associação de Pescadores e Maricultores da Praia da Cocanha (Amapec), o Alvará de Licença de Funcionamento do passeio de visitação na Fazenda de Mexilhão, na Praia da Cocanha, região Norte da cidade.

- Publicidade -

O Alvará de Turismo de Base Comunitária era uma reivindicação antiga dos maricultores do local, que agora poderão ter outra opção de renda, além da venda dos produtos. Com a oficialização do passeio, Caraguatatuba ganha mais uma atração de turismo, única no Litoral Norte, que visa garantir preservação ambiental e a valorização da cultura caiçara local.

O prefeito Aguilar Junior destacou a preocupação em sempre pensar no povo de Caraguatatuba, que é da região. “Temos muitos desafios a serem enfrentados, mas com vontade e parcerias, vamos realizar. Obrigado por buscarem mais esse crescimento e no que precisarem, conte comigo. O próximo passo é a balsa para manutenção do produto”, garantiu Aguilar Junior.

O passeio

A Fazenda de Mexilhão é considerada a maior do Estado e sua produção em uma área de 36 mil metros quadrados pode chegar a 160 toneladas/ano, se não houver nenhuma intercorrência.

Atualmente, o passeio já é realizado com estudantes do Instituto de Pesca de São Paulo e Instituto Federal de Caraguatatuba, como aula prática no curso de Aquicultura, criação de animais aquáticos com possibilidade de consumo.

A saída do passeio fica localizada na Amapec e dura em média, 1h30. Os visitantes poderão conhecer o dia a dia do funcionamento da Fazenda, desde o processo de reprodução do Mexilhão, as práticas de cultivo até o seu desenvolvimento para o tamanho comercial, além de toda técnica de limpeza, beneficiamento e preparação do produto para venda.

Além da produção do mexilhão, a Fazenda é uma fonte de biodiversidade, pois atrai outras espécies marinhas, como tartarugas, arraias, polvos e se der sorte, até boto e toda fauna incrustada como esponjas, corais, vieiras e microalgas, famosas no ramo de cosméticos.

Os visitantes do passeio e apreciadores da culinária, além de conhecer toda a criação, poderão escolher seu produto direto da fonte e adquirir ao final do passeio na Associação.

Segundo um dos associados da AMAPEC, José Luiz Alves, o compromisso da Prefeitura, em entregar o alvará mostra a preocupação com o trabalho do povo caiçara, pois na época da baixa produção, o passeio se torna uma alternativa de renda aos maricultores, que sobrevivem da venda do marisco.

Moradores e turistas interessados em conhecer o atrativo, podem procurar pela Associação na Avenida João Gonçalves Santana, 500 – Massaguaçu – Praia da Cocanha ou fazer o agendamento pelo telefone (12) 99767-2163.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui