Pai e filha são acusados de agredir casal de lésbicas; uma morre

Som alto teria motivado o ataque às vizinhas

0
376

Um casal de lésbicas foi atacado na noite de segunda-feira (4/11) no bairro Cachoeira dos Macacos, em Ubatuba. O crime é atribuído a um pai e sua filha e o motivo seria som alto, mas a polícia trabalha com outras linhas de investigação, como homofobia.

- Publicidade -

Uma das vítimas foi baleada na cabeça e morreu ao dar entrada no hospital. A outra levou dois golpes de madeira.

A Polícia Militar foi chamada para atender a ocorrência de disparo de arma de fogo e ao chegar ao local dos fatos, encontrou uma das vítimas, 33 anos, caída no chão e a outra, 42 anos, com o corte na cabeça.

Segundo moradores, o crime teria sido cometido por vizinhos – pai e filha – que teriam fugido em dois veículos. A polícia chegou a ir à casa dos acusados, mas só encontrou um familiar e uma criança de três anos, filha da suspeita.

As primeiras informações dão conta que as vítimas costumavam fazer festas com som alto, o que teria incomodado a vizinhança. A briga culminou com o homicídio, que teria sido cometido pela filha e a agressão à vítima, atacada pelo pai.

Embora socorrida com vida, a mulher baleada chegou com morte cerebral no Pronto Socorro da Santa Casa. A outra foi atendida e liberada e estaria em estado e choque.

 

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui