Caraguatatuba tem mais de 84% de ocupação hoteleira em outubro, aponta pesquisa

Realização de eventos e participação em feiras são alguns dos fatores positivos

0
22
DCIM101MEDIADJI_0163.JPG

A Pesquisa de Índice de Ocupação em meios de hospedagens de Caraguatatuba, no mês de outubro, mostrou um movimento considerado surpreendente pelo setor turístico. A média dos quatro finais de semana somou 84,02%. O levantamento é feito por amostragem pela Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba (ACEC).

- Publicidade -

Quando comparado com o município vizinho, Ilhabela, a diferença média foi pequena, “o que é um grande ganho para a cidade uma vez que o arquipélago é destino indutor do turismo”, compara o secretário de Comunicação Social, Rodrigo Tavano.

Um exemplo é que na semana do feriado de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, em 12 de outubro, a pesquisa apontou taxa de ocupação de 90% em Caraguatatuba e 92,8% em Ilhabela. “A média de Caraguá, ao longo de todo o ano, era de 30% abaixo de Ilhabela e neste mês de outubro alcançou índices parecidos com o arquipélago”, explica Tavano.

Com base na pesquisa, na primeira semana do mês a taxa de ocupação foi de 75,2%; de 18 a 20 de outubro chegou a 85,6% e encerrando o mês, de 25 a 27, a ocupação média foi de 85,3%.

Na avaliação do secretário de Turismo de Caraguatatuba, Cristian Bota, vários fatores contribuíram para o crescimento da ocupação hoteleira, entre eles, a participação do município em feiras nacionais e internacionais, um outubro com mais calor e poucos feriados prolongados e, o mais importante, a geração de fomento, com realização de eventos que visam aquecer a economia local no período da baixa temporada e, dessa forma, trazer mais turistas.

“O prefeito Aguilar Junior tem investido em eventos de cunho turístico, pelo menos um por mês, que sempre atrai mais visitantes para o município”, destaca Crisitian Bota.

Um exemplo foi o 3º Caraguá Beer Festival que reuniu cerca de 20 mil pessoas na Praça da Cultura e quatro dias de eventos. No período de 17 a 20 de outubro foram comercializados mais de 10 mil litros de chopp e quase 500 garrafas de cervejas artesanais, dos quais só dos paneleiros – cervejeiros que fazem o produto em casa, foram 1.370 litros e 70 garrafas. Em termos de alimentação, na Vila do Hamburguer foram feitos mais de 3 mil lanches.

Para o presidente da Associação de Hotéis e Pousadas de Caraguatatuba (AHPC), Thiago Fabrette, esses dados são importantes para que o setor continue a trabalhar de olho em manter essa média alta. “Só posso ver esses dados como positivo, afinal, é uma cidade que vive quase que exclusivamente do turismo, tanto no emprego, quanto nos eventos, no consumo e no comércio. O turismo é a grande mola da cidade que catapulta a renda local”.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui