Caraguatatuba cria Brigada Municipal contra Dengue em prédios públicos

Índice de densidade larvária  mostrou que o risco de epidemia existe

0
20
Brigadistas participam de capacitação (Foto: Divulgação/PMC)

Mais de 150 servidores municipais participaram, nesta segunda-feira (25/11), de dentro dos prédios públicos e fiscalizaram locais que possam servir de criadouro para o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.

- Publicidade -

O secretário de Saúde, Amauri Toledo, e o coordenador do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Caraguatatuba, Ricardo Fernandes de Sousa, explicaram aos ‘fiscais’ como identificar esses locais, como é o comportamento da fêmea do mosquito que, além de botar os ovos em locais propícios, ainda é quem pica a pessoa e transmite o vírus.

“Temos de estar alerta porque o índice de densidade larvária avaliado em outubro mostrou que o risco de Caraguatatuba ter uma epidemia pior que neste ano existe”, alertou o secretário. Até novembro foram 3.230 casos confirmados.

A proposta de se criar brigadistas municipais é inédita nos municípios, segundo Ricardo Fernandes. Ele conta que há cinco anos o Estado havia feito algo semelhante, mas não deu continuidade. “Em agosto, o prefeito (Aguilar Junior) disse que queria uma campanha abrangente e sugerimos essa ação e ele, prontamente, aceitou”.

Essa ação faz parte da campanha “Minha Família Sem Dengue” que prevê várias atividades até o próximo sábado quando será realizado o Dia D, um mutirão de limpeza contra a dengue que passará com mais de 300 pessoas pelas ruas do Centro de Caraguatatuba para retirar ou reorganizar objetos que possam vir a acumular água. O mutirão terá saída da Praça Dr. Cândido Mota às 8h.

Presente na abertura da capacitação, o prefeito Aguilar Junior, destacou a importância da participação de cada um na prevenção da dengue. “Temos de dar exemplo dentro de casa, por isso meu agradecimento a cada um de vocês que são brigadistas e vão fiscalizar nossos prédios e mesmo levar essas informações para seus familiares, seus vizinhos”.

A servidora Jussara de Paula Silva trabalha na Creche MeiMei e conta que está mais atenta desde virou brigadista. “Eu fiz um jardim vertical na creche, mas já vou verificar se está todo em ordem”.

Servidor da Regional Norte, Maurício Marçola, 51 anos, sugere ações nas praias para atingir banhistas que deixam garrafas, tampinhas e até embalagens de  marmitex espalhadas pela areia. “Se cada um recolher seu lixo e deixar na lixeira, com certeza vamos evitar a dengue”.

Cronograma da Campanha “Minha Família Sem Dengue”

Quarta-feira (27):

Das 8h às 17h: Vistorias em marinas e hotéis pela equipe da Vigilância Sanitária

Quinta-feira (28)

16h: Capacitação de representantes da sociedade civil organizada, voltados a segmentos de imóveis especiais a serem convidados

Sexta-feira (29)

16h: Capacitação de representantes da sociedade civil organizada, voltados a segmentos de imóveis especiais a serem convidados

Sábado (30)

Praça Cândido Mota

8h: Saída para o Mutirão de limpeza para retirada de criadouros na região central

 

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui