Prefeita de Ilhabela dá posse à nova secretária de Cultura

A professora Esméria Regina da Silva assumiu a pasta nesta terça-feira (1º)

0
216
Prefeita Gracinha dá posse à novas servidoras (Foto: PMI/ Divulgação)

A prefeita de Ilhabela, Maria das Graças Ferreira, a Gracinha, confirmou, na manhã desta terça-feira (1º de outubro), uma mudança no primeiro escalão de seu secretariado. Dessa vez, a professora Esméria Regina da Silva assumiu a Secretaria de Cultura, após Adalberto Henrique Lopes da Silva, o Professor Beto, apresentar seu afastamento no mês de setembro.

- Publicidade -

No início de setembro uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) emitiu relatório que aponta erros na contratação do evento Ilhabela Comedy e sugeriu o afastamento do secretário. O evento que aconteceu em abril deste ano, custou mais de R$ 254 mil, e as investigações apontaram irregularidades na forma de pagamento dos humoristas contratados.

Nova secretária

A nova secretária, 55 anos, é formada em Pedagogia pela Finom (Faculdade do Noroeste de Minas), desde 2009; MBA, pela Unisantos, em Negócios Sustentáveis em Ambiente, Cultura e Turismo e também Estudos Sociais (Licenciatura em Geografia, História e Sociologia), pela Unib.

Entre todas as suas experiências profissionais, Esméria da Silva lecionou por 12 anos em escolas estaduais, municipais e particular; foi coordenadora pedagógica da Escola Estadual Anna Leite, diretora de departamento do Verde, na Secretaria de Meio Ambiente, e participou do Monitoramento, Programa Arqueológico de Patrimônio Material e Imaterial na equipe do arqueólogo, historiador, professor e doutor, Plácido Cáli, voltado ao resguardo, resgate e preservação do patrimônio arqueológico. Ela também participou de iniciativas voltadas à educação ambiental.

Sobre a nomeação para a Secretaria de Cultura, Esméria agradeceu a prefeita Gracinha Ferreira e indicou as prioridades da sua gestão. Atendendo orientação da prefeita, disse que dará continuidade ao trabalho de valorização dos músicos e artistas caiçaras; à valorização dos patrimônios históricos e culturais; ampliará, com a Secretaria de Educação, os projetos voltados ao incentivo da música em todas as faixas etárias (criança, jovem, adultos e idosos); valorizará a questão arqueológica, descentralizando o acesso, entre outros. “Agradeço a prefeita pela confiança, que tudo farei para honrar. Todas as nossas decisões serão trabalhadas dentro de um planejamento e compartilhadas com a prefeita”, explicou Esméria, lembrando que nos próximos dias fará um diagnóstico dos projetos e espaços culturais utilizados pela secretaria e Fundaci (Fundação Cultura e Arte de Ilhabela).

A prefeita falou sobre a escolha da nova secretária. “Tenho certeza que por sua formação, experiência e empenho, a Esméria fará um grande trabalho à frente da Cultura”, disse

Na ocasião a prefeita também anunciou como secretária adjunta da Secretaria de Serviços Urbanos, Marlucy dos Santos Batista Braga, a Malu. A indicação foi recebida com muito carinho pelos funcionários da pasta, já que Malu é funcionária efetiva e desenvolve há muitos anos seu trabalho com muita dedicação e primor.

Gracinha Ferreira agradeceu o empenho e dedicação do ex-secretário, Professor Beto, que havia pedido afastamento no início de setembro, mas acertado que sairia no final do mês, após o término da extensa programação comemorativa ao 214º aniversário de Emancipação Político-Administrativa da cidade.

Beto assumiu o cargo em 2 de janeiro de 2019. “Agradeço todo o bom serviço desempenhado pelo secretário, com valorização da cultura de nossa cidade”, destacou Gracinha, lembrando, entre outros, o apoio aos músicos locais e a recente entrega da obra de restauro dos prédios da “Antiga Salga”, agora Centro Cultural da Antiga Salga – Vó Hilda (Hilda Maria Wenceslau), na Ponta Azeda, Norte da ilha, com aproximadamente 100 anos de história e considerado um marco histórico de valorização e preservação da cultura caiçara.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui