Plantão Policial NI: Homem é preso por tentar matar suposto amante da esposa

0
985

Homem desconfiado da mulher esfaqueia suposto amante

- Publicidade -

Um homem de 35 anos, vigia noturno e morador de Juquehy, na beira da rodovia SP-55 (Rio-Santos), altura do KM 177, foi preso por tentativa de homicídio após esfaquear seu vizinho por ciúme da esposa.

A.E.P.B. teria pego o telefone da esposa e lido conversas e ouvido alguns áudios que, segundo a versão dele, comprovam o caso da esposa. O marido se revoltou por estar trabalhando pra sustentar a mulher e três filhos e por isso teria pego um facão, segundo ele, “apenas para dar um susto no rapaz”, mas a situação saiu do controle e ele acertou a vítima com a faca na altura do pescoço.

O marido foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio, sem direito a fiança; a juíza decidiu pela prisão preventiva, que o mantém detido até o final do processo. A vítima não corre risco de morte.

Caraguatatubense desempregado foi ser eventual no tráfico

I.R.G.S., de 25 anos, nascido em Caragua, mas que mudou-se para Maresias há 2 semanas, foi preso por tráfico de drogas. O homem disse aos policiais que aceitou trabalhar na biqueira da rua Nova Iguaçu porque estava desempregado.

O suspeito fazia trabalhos na rua quando a denúncia chegou. Segundo o Chefe do SIG (Setor de investigações Gerais) da Polícia Ciivil, Ricardo Marques, a informação passada batia com a descrição do suspeito: mesmas roupas e muitas tatuagens pelo corpo, inclusive no rosto, chamando muito a atenção.

“Montamos uma campana e o vimos buscar drogas diversas vezes no local e fizemos a abordagem. Conseguimos encontrar 11 pedras de crack e R$ 40 com ele”, conta o policial.

I.R.G.S. foi indagado e disse que estava realmente vendendo drogas, que estava passando necessidade, mas era novo nesse ramo em Maresias.

Ele já tem passagem pela polícia por roubo, tráfico de drogas e ameaça e está preso, à disposição da justiça.

Maria da Penha leva mais um a prisão

No Sertão do Cacau, no bairro do Camburi, em São Sebastião, a Polícia Militar foi chamada para socorrer uma mulher que apanhava do marido. Ele acabou preso.

Segundo policiais, H.D.O., de 39 anos, santista, estava um pouco alterado, talvez por efeito de drogas ou álcool, quando começou a discutir com a companheira. O suspeito teria perdido o controle e agredido a moça. A vizinhança acabou chamando a polícia, que encontrou ambos machucados.

Pela situação que se encontrava a mulher, o marido foi conduzido à delegacia, onde foi autuado em flagrante por violência doméstica (Lei 11340/2006 – Maria da Penha), sem direito a fiança. Na quinta-feira (30), a juíza analisou as provas e devido a gravidade das lesões, preferiu mante-lo preso.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui