Polícia Civil descobre outra vítima do assassino de Julia Rosenberg

A Polícia acredita que outras mulheres ainda possam identificá-lo

0
470
assassino Julia
Willian foi reconhecido pela vítima e a polícia acredita em outras vítimas ( Foto: Polícia Civil)

A Polícia Civil identificou mais uma mulher estuprada pelo assassino de Julia Rosenberg, a jovem paulistana que foi morta em São Sebastião em julho. A segunda vítima foi atacada na véspera de Natal, no dia 24 de dezembro de 2019, na mesma trilha onde ocorreu o crime este ano, entre Paúba e Maresias, na Costa Sul da cidade.

- Publicidade -

De acordo com o investigador chefe do SIG de São Sebastião, Ricardo Marques, o modus operandi do acusado é o mesmo. A jovem, moradora de Camburi, foi pega quando saía de casa para seu trabalho e usava o atalho para chegar mais rapidamente à rodovia. “Ela também foi roubada e estuprada, porém conseguiu fugir, felizmente”, informou o investigador.

Segundo o delegado, o criminoso foi reconhecido pela televisão. “A vítima viu o rosto do Willian na mídia e nos procurou em seguida”, conta Marques. “Nós fizemos o levantamento de todos os boletins de ocorrência de crimes contra mulheres durante o período que ele esteve solto, foragido. Um dos B.Os foi justamente desta moça, que o reconheceu, deu 100% de certeza que foi ele”.

Agora, a expectativa da polícia é que outras vítimas possam identificar o criminoso.”Esperamos que outras mulheres o identifiquem e possam nos procurar”.

A morte de Julia

A estudante Julia foi vista pela última vez voltando pela trilha Maresias-Paúba (Imagem: Circuito de segurança)
A estudante Julia foi vista pela última vez voltando pela trilha Maresias-Paúba (Imagem: Circuito de segurança)

Julia foi enforcada após uma tentativa de estupro. Ela morava em São Paulo e veio para o Litoral Norte passar a quarentena com os pais que residem em Paúba. Segundo familiares, ela costumava fazer o trajeto todos os dias e o caminho parecia tranquilo.

O corpo foi encontrado enterrado ao lado do reservatório de água da Sabesp. O suspeito já estava preso desde o dia 22 de setembro por outros crimes. Willian foi confirmado como o assassino de Julia, através de um exame de DNA, dia 4 de novembro de 2020.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui