Facção criminosa é desmantelada e mais de R$ 500 mil em drogas são apreendidos

Foram presas ainda 16 pessoas na Operação Teashop

0
331
Mais de R$ 500 mil em drogas apreendidas no Litoral Norte (Imagem: DISE)
Mais de R$ 500 mil em drogas apreendidas no Litoral Norte (Imagem: DISE)

Uma facção criminosa foi desmantelada e mais de R$ 500 mil em drogas foram apreendidos no Litoral Norte, na tarde desta segunda-feira (6). Ela foi batizada de Operação Tea Shop, em alusão a seu líder conhecido como “Rei do Chá”, que comercializaria uma maconha considerada de qualidade superior.

- Publicidade -

Segundo a Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de São Sebastião, sob a coordenação do delegado de Polícia Dr. Edson Pinheiro, foram sete meses de investigações.

Mais de R$ 500 mil em drogas apreendidas no Litoral Norte (Imagem: DISE)
Mais de R$ 500 mil em drogas apreendidas no Litoral Norte (Imagem: DISE)

Assim sendo, foi dado cumprimento a 28 mandados de busca e apreensão domiciliar, 11 mandados de prisões temporárias e quatro mandados de prisões preventivas da organização criminosa de tráfico de drogas e armas. Seu campo de atuação eram as cidades de Ilhabela, Ubatuba e São Sebastião.

Por fim, participaram da operação cerca de 160 policiais  das Delegacias de Investigações Sobre Entorpecentes na área do Departamento de Polícia Judiciária do Interior (DEINTER I) e Grupo Especial de Reação (GER), da Capital.

Mais de R$ 500 mil em drogas apreendidas no Litoral Norte (Imagem: DISE)
Drogas e armas apreendidas no Litoral Norte (Imagem: DISE)

A operação Tea Shop apreendeu cerca de 76 quilos de maconha, avaliadas em R$ 125 mil, 3.502 micropontos de LSD (dietilamida de ácido lisérgico) e MDMA (metanfetamina) e cocaína, com valor aproximado de R$ 350 mil, duas armas de fogo, munições, bem como veículos e motocicletas adquiridas com o lucro do tráfico.

Ainda houve o bloqueio de valores financeiros depositados em contas bancárias dos envolvidos, com valor aproximado de R$ 30 mil.

Por fim, foram presas 16 pessoas, 11 delas em razão de mandados de prisão temporária e outras quatro por outros crimes. Uma foi presa em flagrante. Também foram lavrados três autos de prisão em flagrante para envolvidos.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui