Com 8 casos suspeitos de coronavírus, São Sebastião suspende serviços turísticos

Decreto suspendeu funcionamento de hotéis, pousadas, marinas, academias e outros

0
916
Coronavírus deixa o Brasil em quarentena (Imagem: Divulgação)

O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, sancionou um decreto, na noite desta quarta-feira (18), suspendendo os alvarás de funcionamento dos estabelecimentos do setor turístico, por tempo indeterminado. Estão proibidos de operar a partir de segunda-feira (23): hotéis, pousadas, hostels, marinas, clubes, academias e parques por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

- Publicidade -

O documento recomenda ainda a suspensão de visitas às praias, cachoeiras e demais espaços públicos e determina que sites de hospedagem, como Airbnb, Booking e similares, não façam novas reservas. Empresas, como discotecas, danceterias e buffet também estão orietadas a fechar para desestimular ocasiões que possam causar aglomeração de pessoas, como festas de casamento.

As ações levam em consideração as últimas medidas adotadas pelo governo federal e do estado de São Paulo para enfrentamento de emergencia em relação ao novo vírus, que cresce a cada dia no país.

O município divulgou até o momento oito casos suspeitos e nenhum confirmado. Todos os pacientes foram atendidos no Hospital de Clínicas de São Sebastião (HCSS), que, imediatamente, iniciou os protocolos de atendimento, seguindo o Plano Municipal de Contingência para Infecção Humana pelo Covid-19.

 

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui