Prefeito de Caraguá reúne secretarias para alinhar estratégias do PPDC

A Prefeitura investe cerca de R$ 30 milhões em obras de drenagem em diversas regiões da cidade.

0
90

Para garantir a segurança e proteção da cidade na temporada de chuvas que está por vir, a Prefeitura de Caraguatatuba realizou uma reunião de alinhamento e atualização das equipes de trabalho ligadas ao PPDC – Plano Preventivo da Defesa Civil.

- Publicidade -

A reunião, coordenada pelo prefeito Aguilar Junior, contou com representantes das secretarias de Urbanismo, Serviços Públicos, Obras, Habitação, Saúde, Turismo, Educação, Esportes, Mobilidade Urbana e Proteção ao Cidadão, Fundo Social de Solidariedade, Administração, Tecnologia da Informação, Secretaria da Pessoa com Deficiência e do Idoso, além da própria Defesa Civil.

Logo no início da pauta, o prefeito Aguilar Júnior ressaltou a importância do envolvimento de todos os presentes. “Cada um aqui é peça fundamental para o nosso plano. O tema que vamos tratar é de grande importância para a cidade e envolve cuidado e amor ao próximo”, disse.

O intuito da reunião foi abordar a questão do monitoramento das principais áreas de risco da cidade, e principalmente, fazer uma avaliação dos impactos, alinhar as estratégias e integração das equipes, para que a resposta ao munícipe seja rápida.

Durante o encontro, foram citados os relatos de munícipes quanto aos efeitos positivos e benefícios gerados pelas obras contra enchentes que estão em andamento de norte a sul da cidade.

Para o prefeito Aguilar Junior, é necessário avaliar bem e tentar cobrir o máximo de bairros possíveis para reduzir os danos. “Estamos com as obras em andamento e com o trabalho forte de limpeza de rios, córregos, valas. Precisamos planejar e agir, assim estaremos preparados para enfrentar a temporada de chuvas”, disse.

Na segunda parte da reunião, o vice-prefeito e Coordenador da Defesa Civil, Capitão PM Campos Júnior, destacou a segurança e questões técnicas a respeito do assunto.

Campos Junior também falou da necessidade de focar no monitoramento de todas as áreas que precisam de atenção especial, visando amenizar os impactos em momentos de possíveis remoções.

“Caraguatatuba se preocupa com três questões que são de fato um grande desafio: as inundações, a ressaca e escorregamentos. Além das obras e do trabalho preventivo que podemos fazer como poder público é nos preparar, criar procedimentos, vistorias, plantões e escalas para agirmos rápido. Temos que ter em mente que a segurança dos cidadãos é nossa prioridade sempre”, ressaltou Campos.

A Defesa Civil desenvolve um papel de grande importância para a cidade. A partir dela são realizados ações preventivas, de socorro e assistenciais com objetivo de evitar e reduzir os riscos de desastres naturais. Todas as ações de planejamento investem diretamente na segurança dos cidadãos e o cuidado com o meio ambiente.

Ao final da reunião, os participantes fizeram suas considerações encaminhamentos de acordo com suas experiências. Outros encontros devem ser agendados para sequência dos treinamentos

De acordo com o prefeito Aguilar Junior a integração dos serviços é a chave. “Preciso que vocês estejam cientes da importância disso para a população. É um desafio de muitos anos, as pessoas sofrem com isso e nossa administração escolheu enfrentar esse problema. Conto com a mobilização e comprometimento de todos”, finalizou.

Obras contra enchentes

A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Obras Públicas, investe cerca de R$ 30 milhões em obras de drenagem em diversas regiões da cidade. É o maior investimento entre as cidades do Litoral Norte.

As obras são de grande importância já que, quando concluídas, devem minimizar os problemas com alagamentos e enchentes em vários bairros, principalmente nos períodos de chuva forte e maré alta.

Na Região Norte, já estão em andamento as obras de execução de revestimento de canal de drenagem no bairro Massaguaçu, além de intervenções no Jetuba.

Na Região Sul, uma obra em andamento vai beneficiar os bairros Perequê-Mirim e Travessão. Trata-se de um canal de drenagem no entroncamento do rio Perequê-Mirim que vai até o rio Juqueriquerê. E também já foram iniciadas as obras de drenagem no Barranco Alto.

Na Região Central, continuam as obras de drenagem e revitalização de toda Avenida Brasília, no valor de R$ 10,2 milhões, trecho que compreende da Rodoviária até o Rio da Paca. Serão beneficiados os bairros do Jardim Jaqueira, Tinga, Poiares e Gaivotas.

Ainda na Região Central, nos próximos dias será iniciada as obras de drenagem nos bairros Pontal Santamarina e Golfinhos, com recursos do Fehidro (Fundo de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo), ligado ao Governo do Estado. Serão executados nos bairros diques de contenção e canal extravasador das águas.

Serão licitadas ainda obras de drenagem do Casa Branca/Olaria para dar mais vazão às águas que escoam na Lagoa Azul e está em fase final de estudos também o projeto de drenagem no Centro da cidade, que vai compreender os bairros que estão entre as Bacias dos Rios Guaxinduba e Santo Antônio

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui