Mulher fratura clavícula e é resgatada pelo helicóptero Águia na Praia da Justa

Outros dois turistas acabaram morrendo na região norte de Ubatuba

0
136
Helicóptero Águia 6 faz pouso na areia para socorre vítima de afogamento (Foto: Divulgação/PM)

Uma mulher de 43 anos, que praticava Stand Up Paddle na Praia da Justa, em Ubatuba, caiu da prancha e fraturou a clavícula. A ocorrência foi registrada na segunda-feira (6/01).

- Publicidade -

A tripulação do helicóptero Águia 6 foi acionada para apoiar o Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar).

No local, após a tomada de todas as precauções para um desembarque seguro da tripulação, já que o fluxo de turistas ainda é grande, a tripulação pode acessar a turista lesionada.

Estabilizada, a vítima foi conduzida pela tripulação do Águia 6 até a base dos bombeiros de Ubatuba, local onde a ambulância avançada já a aguardava para encaminhá-la à Santa Casa.

Mortes

Um turista de Brasília (DF) que passava as férias com seu filho em Ubatuba, se afogou na praia de Ubatumirim no último (5/01). A ocorrência foi por volta das 13h45.

O Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBmar) foi acionado para atender registro de afogamento na praia. O turista de 42 anos foi tentar tirar seu filho das águas do mar, já que estava sendo arrastado pela corrente de retorno. Mas o jovem foi retirado das águas por populares e o pai não conseguiu retornar à praia.

A guarnição do BSI-13 do GBMar com o apoio do Águia 6 iniciou as buscas. A vítima foi retirada da água em grau 6 de afogamento, em parada cardiorrespiratória, inconsciente, em apneia ou gasping e sem presença de pulsos arteriais centrais.

O homem foi levado para a faixa de areia, iniciando-se os procedimentos de ressuscitação cardiorrespiratória (RCP), mas o SAMU constatou o óbito.

Ainda no domingo, por volta das 16h30h, houve afogamento no canto esquerdo da praia do Félix. Homem 26 anos de Guarulhos (SP), veio pela primeira vez à pria, nao sabia nadar, e tinha paralisia facial.

De acordo com informações do GBMar, ele já deixava a praia quando houve o incidente. A vítima teria entrado para retirar a areia do corpo e foi atingido por duas ondas que arrastou.

O guarda-vida temporário conseguiu retirálo com ondas de quase dois metros. Imiciaram RCP, o Águia 8 o levou até a base do Grupamento de Bombeiros, de onde foi levado para a Santa Casa de Ubatuba, onde entrou em óbitol.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui