Grupo de golfinhos é flagrado pela orla de São Sebastião

O primeiro registro do ano mostra animais fazendo acrobacias enquanto caçam cardumes de peixes

0
170

Um grupo de pelo menos 100 golfinhos, da espécie boto-cinza (Sotalia guianensis), foi avistado, na manhã desta quinta-feira (2/1), a poucos metros dos costões das praias de A região Camburi, Camburizinho e Boiçucanga, na Costa Sul do município.  

- Publicidade -

O primeiro registro do ano, feito pelo coordenador do Projeto Baleia à Vista, Julio Cardoso, que monitora baleias e golfinhos pelo Litoral Norte, mostra animais fazendo acrobacias enquanto caçam cardumes de peixes. “Foi um incrível show da natureza que as pessoas que acordaram cedo e estavam nas praias e costões puderam apreciar”, comentou Cardoso.

Segundo o coordenador do Baleia à Vista, a espécie de golfinhos é residente na região e nesta época do ano costuma caçar cardumes de peixes próximo à praias e costões. “Esses animais utilizam diversas táticas e atuam em conjunto de forma coordenada fazendo “rodinhas” para encurralar os cardumes, batem caudas, saltam e conseguem juntar o cardume e encurralar os peixes de forma a ter alta eficiência na caçada”, detalhou Julio.

“É uma excelente notícia, pois o ano começa com ótimos sinais, uma vez que isso mostra que estes golfinhos seguem vivendo e caçando pela nossa região e que tem encontrado peixes para se alimentar”, finalizou.

De 2004 até o momento foram feitos 129 registros de golfinhos e outros 260 de baleias pelo Projeto Baleia à Vista e colaboradores. No ano passado, 105 baleias da espécie jubarte foram avistadas na região pelo mesmo Projeto, entre maio e agosto de 2019, o número é considerado um recorde. Além disso, houve ainda o registro de baleias-de-bryde, orcas e golfinhos.

Normas para observação

Com a chegada dos golfinhos, um grande número de pessoas sai de barco na tentativa de avistá-los. Para evitar que sejam feridas, existem normas para observação de cetáceos, que são: manter distância adequada (100m); não perseguir e nem bloquear os animais; ao avistar um golfinho reduzir a velocidade e parar, se necessário, a embarcação, para evitar acidentes e distúrbios; e nunca manter mais de duas embarcações próximas do animal.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui