Suspeito de assassinar Cristina é reconhecido e preso em Paraty

Ele trabalhava em um quiosque e foi reconhecido pela tatuagem na mão

0
840
Tiago Fet Lino foi preso em Paraty no domingo (Foto: Divulgação)

Felipe Tiago Fet Lino, 31 anos, suspeito de assassinar a turista Cristina Coelho Novaes em Caraguatatuba, no feriado da Proclamação da República, foi preso na cidade de Paraty, Rio de Janeiro, neste domingo (15). Ele trabalhava em um quiosque, na praia do Jabaquara, quando foi reconhecido por um frequentador do local, devido tatuagem que tem na mão.

- Publicidade -

O delegado de polícia responsável pelo caso, Doutor Jairo Luis Pinto Pontes, informou que o próximo passo é trazê-lo para Caraguatatuba já que o processo tramita na cidade.

Cristina Coelho Novaes, de 32 anos, era moradora de São Paulo, filha do renomado veterinário Washington Coelho Novaes, que mora em Caraguá, e tinha vindo passar o feriado com a família quando foi assassinada.

De acordo com uma testemunha anônima, Cristina teria conhecido o suspeito através de um aplicativo. O corpo da vítima foi encontrado no dia 17 de novembro de 2019, embalado em um cobertor cor de rosa e dentro de um saco plástico branco em um córrego no bairro Poiares.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui