Frida Kahlo é tema de exposição fotográfica interativa em Caraguá

A mostra segue até 6 de janeiro no MACC

0
353
Visitantes podem se transformar em Frida por um dia (Foto: Divulgação)

Idealizado pela fotógrafa paulistana Camila Fontenele de Miranda, a exposição “Todos Podem Ser Frida”, segue no Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba (MACC) até o dia 6 de janeiro. O projeto fotográfico é também interativo: existe um ambiente com cenário, tiaras, tecidos e maquiagens para quem desejar ter seu momento Frida, uma experiência cativante.

- Publicidade -

A mostra já percorreu quatro estados do Brasil (SP, RJ, MG e ES) e internacionalmente passou por Caserta (Itália), Londres (Inglaterra) e Léon (México).

A proposta, segundo a autora, “é capturar as conexões existentes entre arte, identidade de gênero e comportamento social para referenciar a história de vida da artista mexicana Frida Kahlo”.

“A pintora viveu intensamente questionando os padrões sociais de sua época e trazendo à tona as várias nuances do ser humano. No início dos anos 1990, ela tornou-se uma figura reconhecida na história da arte, mas também considerada um ícone para o movimento feminista e o movimento LGBTQ. Seu trabalho tem sido celebrado internacionalmente como emblemático das tradições nacionais e indígenas mexicanas e visto como uma descrição intransigente da experiência e forma feminina”, explica a curadora do MACC, Hawiza Bañeza.

Serviço
Exposição Todos Podem ser Frida
Curadoria: Hawiza Banheza
Até 06/01/20 – de terça a sábado, das 10h às 18h
Classificação Indicativa LIVRE
MACC – Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba, Praça Dr. Cândido Motta, 72 – Centro, Caraguatatuba.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui