Litoral Norte recebe do Estado materiais para Operação Chuvas de Verão

Dentro da ação é deflagrado o PPDC, específico para escorregamentos e inundações

0
58
????????????????????????????????????

As Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil (Comdecs) do Litoral Norte recebem, nesta sexta-feira (28), materiais enviados pela Casa Militar do Estado de São Paulo que serão utilizados durante a Operação Chuvas de Verão 2019/2020.

- Publicidade -

A entrega será feita a partir das 14h na sede do Corpo de Bombeiros de Caraguatatuba para as equipes da cidade, Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela. Serão entregues 36 banners com alertas sobre quedas e raios e escorregamentos de terra, os quais esses municípios estão sujeitos neste período.

De acordo com o capitão Antonio Carlos Bernardes, comandante da coordenadoria regional da Defesa Civil na região Metropolitana do Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e Litoral Norte, essas faixas devem ser colocadas em pontos de maior aglomeração para que moradores e turistas saibam como proceder no caso de chuvas intensas com alagamentos/deslizamentos ou escorregamentos, para quais órgãos acionar.

A Operação Chuvas de Verão vai vigorar de 1º de dezembro de 2019 a 31 de março de 2020 e, de acordo com a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Estado de São Paulo (CEPDEC/SP), tem como objetivo preservar vidas e reduzir danos humanos, ambientais e materiais.

Dentro desta operação é deflagrado o Plano Preventivo de Defesa Civil (PPDC), específico para escorregamentos e inundações.

Conforme o Estado, para este ano a Operação Chuvas de Verão terá novas ferramentas para auxiliar no monitoramento de todo o Estado, melhorando a qualidade das informações transmitidas à população, diante da possibilidade de ocorrência dos mais diversos eventos, como alagamentos, enxurradas, deslizamentos de terra, vendavais, chuvas de granizo e raios.

Uma delas, é a parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), na instalação, em caráter experimental, de cinco estações (raio de 20 Km de alcance) para acompanhamento das atividades atmosféricas (pluviométricas e elétricas), nos municípios de Caraguatatuba, Ubatuba São Sebastião, Guarujá e Praia Grande.

Já o Instituto de Pesquisas Meteorológicas (IPMET) disponibilizou informações de maneira personalizada às necessidades da Defesa Civil do Estado, a fim de aprimorar a interpretação dos dados e produção dos alertas de risco hidrometeorológicos e geológicos.

Também será lançada a campanha SPAlerta, por meio de um site (spalerta.sp.gov.br) em que haverá dicas do que fazer antes, durante e após os principais eventos adversos.

As mensagens de texto (SMS), enviadas pelo número 40199, que repassa informações de riscos meteorológicos em qualquer um dos 645 municípios paulistas continuam valendo. Para isso, basta cadastrar o CEP da localidade de onde quer receber o serviço.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui