Litoral Norte recebe tablets para agilizar cadastros de usuários da saúde

Agentes comunitários de Saúde vão aposentar papel e caneta na hora das visitas

0
75
Ricardo Tardelli fala com os representes das administrações (Foto: NI)

O programa Saúde em Ação, da Secretaria de Saúde do Estado, entregou na sexta-feira (13), 257 tablets para Caraguatatuba, São Sebastião e Ubatuba. Os aparelhos serão usados pelos Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) para fazer o cadastro dos usuários atendidos por eles. A meta é que as informações sejam repassadas com mais agilidade e acertos para a aplicação dos recursos do Ministério da Saúde.

- Publicidade -

A entrega foi feita pelo coordenador do Saúde em Ação, Ricardo Tardelli. Confira no vídeo acessando o link abaixo.

Por já ter o serviço todo digitalizado, o secretário de Saúde de Ilhabela Adalberto Orro, explicou que a prefeita Maria da Graça Ferreira, a Gracinha, optou por ceder a parte que caberia ao arquipélago aos municípios vizinhos. “Desde 2013 já usamos tablets para cadastrar nossos usuário e nada mais justo que chegasse e quem ainda precisa”. Ilhabela conta com 76 agentes.

Bom para a secretária de Saúde de Ubatuba, Dilei de Brito Baros que foi contemplada com 32 equipamentos. “Agradeço Ilhabela por essa gentileza  porque, com certza, mas nos ajudar no cadastramento e visitas”, disse ela. O município tem 152 agentes comunitários de saúde.

Para Caraguatatuba, os novos tablets vão completar uma parte que já possui, conforme informações do secretário de Saúde, Amauri Toledo. Segundo ele, os 80 aparelhos vão somar aos já existentes, desde 2017, e vão servir aos 48 novos agentes que devem ir para as casas dos moradores ainda neste mês.

 “Com esses aparelhos, nossos agentes não terão mais de fazer anotações em caderno, com risco de perder os dados ou ter informações alteradas. Fora que vai agilizar os repasses, sem a necessidade de passar antes nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para digitar os dados. Assim, as informações chegam praticamente no mesmo momento no Ministério”, comemora. Atualmente a cidade conta com 150 ACSs.

São Sebastião recebeu 145 equipamentos que serão distribuídos para os 198 agentes comunitários. A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Michelli Veneziani, destacou a importância da entrega e como vai ajudar no projeto do município de interligar todas as redes nos esforços de modernização das políticas públicas.

“O objetivo é que se tenha um cadastro único da população para facilitar e agilizar o atendimento de forma inteligente e eficiente”.

Para o coordenador do Saúde em Ação, Ricardo Tardelli, “é  importante que todas as informações referentes aos usuários, inclusive do risco de vulnerabilidade social, sejam informados para o Ministério da Saúde que faz o repasse para o atendimento básico”.

Segundo ele, com os dados computados, o Estado terá melhor condição de conhecer seu público, quais as doenças mais frequentes e prevenir epidemias, já que as informações serão lançadas em uma rede que será monitorada na Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

Junto com os tablets, os municípios também receberam produtos desenvolvidos pelo programa com orientações para a governança dos municípios, além de versões impressas das linhas de cuidado estabelecidas pelo programa.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui