Atletas com deficiência visitam detentos do CDP de Caraguatatuba

Histórias de superação foram contadas aos 230 internos

0
122
Os detentos e atletas ficaram emocionados durante o encontro (Fotos: PMC/ Divulgação)

Com o tema superação, atletas com deficiência (ACD) da Secretaria de Esportes e Recreação contaram suas histórias de vida para 230 detentos do Centro de Detenção de Provisória (CDP) de Caraguatatuba.

- Publicidade -

O encontro foi um convite do diretor do CDP, Alan Carlos Scarabel, para que a equipe de esportes adaptados pudesse repassar suas experiências de vida. Foram relatos marcantes e emocionantes, com objetivo de passar uma mensagem aos detentos: toda história pode ser superada, por mais difícil que seja. Basta ter determinação e vontade de mudança.

O diretor Alan Carlos contou que o encontro foi emocionante e ocorreu como uma troca de experiências. “Conseguimos manter a atenção dos detentos e com certeza a palestra vai contribuir muito para a ressocialização deles”.

Para a equipe de esportes adaptados foi uma das melhores palestras que já fizeram. Eles avaliaram a experiência como chocante e inesquecível. “De repente todos estavam chorando e percebi que nosso trabalho tinha feito sentido na vida daqueles homens. Espero que de alguma forma tenhamos tocado o coração deles para transformar suas vidas”, disse o atleta de surf adaptado Marçal Leme da Costa.

Os protagonistas das histórias foram os paratletas, Adalberto Romano Junior, Ellen Cristina Braga, Cristiane de Siqueira, Marçal Leme da Costa, Regina do Nascimento e Tiago dos Santos.

O encontro também contou com a presença do secretário de Esportes e Recreação, Flavio Nishyama; do diretor de esportes adaptados, Marcio Prado; da fisioterapeuta do setor ACD, Daniela Marazzi; do técnico da equipe de natação ACD, Thiago Intrieri; da professora de natação e assistente técnica da equipe, Rosangela Aparecida da Silva e da psicóloga, Lídia Aparecida Ferreira.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui