Ambiental apreende mais de 2 toneladas de camarão ilegal

Multas ao pescadores chegaram a quase R$ 300 mil por crime ambiental

0
439
Apreensão e recolhimento do pescado durou o dia inteiro (Foto: PM/ Divulgação)

A Polícia Militar Ambiental fez duas apreensões que totalizaram mais de 2 toneladas de camarão pescadas de forma ilegal, em Ubatuba, nesta quinta-feira (13). As multas direcionadas aos pescadores chegaram a quase R$ 300 mil e eles devem responder por crime ambiental.

- Publicidade -

Todo o pescado apreendido foi doado a diversas instituições beneficentes e carentes da região. Segundo a PM, devido a operação complexa de descarga de grande quantidade de pescado, a ocorrência que teve início no começo da madrugada, perdurou até o final da tarde.

No primeiro caso, os policiais surpreenderam uma embarcação pesqueira realizando a prática de arrasto de camarão nas proximidades do Ilhote Sul, no Parque Estadual da Ilha Anchieta (PEIA), durante patrulhamento marítimo noturno. Na vistoria, foi constatada ainda a falta de licença da embarcação para a prática, além de dois tripulantes sem a carteira de pescador, resultando na apreensão da embarcação, quatro portas (petrecho utilizado na pesca), duas redes de arrasto, medindo 20 metros cada, e todo o pescado a bordo, sendo 700 quilos de camarão sete-barbas, gerando também três autos de infração ambiental, totalizando R$ 88,2 mil em multas.

Em outro ponto, também no interior do PEIA, outro barco pesqueiro foi flagrado na mesma prática, também com irregularidades, inclusive foi identificado que as redes não possuíam o Dispositivo de Escape de Tartarugas (TED). O item é obrigatório nas embarcações acima de 11 metros de comprimento, engajadas na pesca de arrasto. O caso resultou na apreensão da embarcação, quatro portas, duas redes, 1,7 quilos de camarão e três autos de infração ambiental, totalizando R$ 208,2.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui