Tempestade deixa pelo menos 70 desabrigados no Litoral Norte

Sexta-feira (17) começou com acidentes, alagamentos, rodovias interditadas e suspensão de aulas; Cidades seguem em estado de alerta

0
1717
Tamoios está interditada há 15 horas com pontos de deslizamentos (Foto: Concessionária Tamoios/ Divulgação)

O mau tempo no Litoral Norte continua nesta sexta feira (17) e causa transtornos em diversas regiões. A situação deixou pelo menos 70 pessoas desabrigadas, aulas suspensas e complicou a saída dos moradores para o trabalho durante a manhã. Alguns bairros seguem alagados e Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba e Caraguatatuba estão em estado de alerta. Acessos importantes estão interditados,  como a rodovia dos Tamoios que está bloqueda há 15 horas e teve duas quedas de barreiras, nos kms 73 e 78; e rodovia SP-55, com trechos bloqueados. Às 6h30, um dos pluviômetros registrava acúmulo de 210 milímetros de chuva.

- Publicidade -

Caraguatatuba

Em Caraguatatuba, na região norte, a Rodovia Manoel Hypolito do Rego está interditada nos dois sentidos no bairro Jetuba, impedindo a passagem até mesmo nas pistas locais. A Prefeitura de Caraguatatuba informa que, em decorrência das fortes chuvas, a Defesa Civil do município atendeu 36 ocorrências, entre elas, quatro famílias que ficaram desabrigadas, mas já foram acolhidas por parentes. Um abrigo no Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência e ao Idoso (Ciapi) está preparado para fazer o acolhimento de famílias que possam necessitar.

Os bairros mais atingidos pelas águas são: Perequê-Mirim e Pegorelli, na região sul; Casa Branca, Olaria, Jetuba e Jardim do Sol, na região norte e na região central próximo a Serra.
De acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o volume de chuva acumulado em 72 horas é de 222.83 milímetros. O esperado para o mês de maio inteiro é de 106 milímetros.

Vale ressaltar que, com a previsão de mais chuvas para hoje e com a indicação de pico de maré alta às 14h, a drenagem das águas pluviais será prejudicada.
Equipes da Prefeitura estão nas ruas desde quinta-feira (16) a noite monitorando áreas de risco e desobstruindo ruas. A Lagoa Azul foi aberta desde a madrugada para escoamento das águas.

O Ciefi Profª Maria Thereza de Souza Castro, no bairro Jetuba, é a única escola que não terá aula nesta sexta-feira, pois o acesso foi prejudicado. Além disso, o transporte de universitários para outras cidades do Vale do Paraíba continuará suspenso.

A Defesa Civil faz um alerta para todos os que estão em áreas alagáveis e regiões de encostas, para que saiam e procurem ficar em lugar seguro. Em caso de emergência, os munícipes devem acionar a Defesa Civil pelo 199 ou Bombeiros pelo 193.

São Sebastião

De acordo com a Defesa Civil, em São Sebastião o acumulado das chuvas das últimas 72 horas chegou a 201 mm – o que mantém o nível vigente de atenção no município. Pelo menos 20 pessoas foram removidas de suas residências e encaminhadas para a Escola Municipal da Topolândia, local de abrigo das vítimas.

A tempestade causou diversas ocorrências de deslizamentos e obstrução da Rodovia SP-55, tanto na região Norte, como Central e Sul. Equipes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Departamento de Tráfego (Detraf) e da Secretaria de Serviços Públicos trabalham para remoção de árvores, barreiras e poste de energia.

Na Costa Sul do município, no Km 120 da SP-55, a via está interditada nesta manhã. Próximo ao local, no Km 115, houve queda de barreira na pista, e no Km 116, com pedras na via. No Km 141, entre Paúba e Toque Toque Grande, também na Costa Sul, o tráfego ficou em meia pista por conta de uma queda de barreira no local, mas já foi liberado. Os Km 134 e 132 estão parcialmente interditados. Na Costa Norte, no Km 118, o motorista precisa redobrar a atenção. No local houve queda de barreira, e de árvore. O solo está encharcado e apresenta risco de novos incidentes.

A prefeitura informa que as aulas da rede municipal de ensino foram suspensas nesta sexta-feira (17), em razão das fortes chuvas que atingem a cidade desde a madrugada. A orientação é para que pais e alunos não tentem enfrentar os alagamentos.

Ubatuba 

Na cidade de Ubatuba os pluviômetros já ultrapassam os 200 mm de chuva e até o momento, 34 pessoas (10 famílias e 16 crianças) – moradores do Estufa I e Parque Guarani – estão desalojadas e foram levadas para a EM Tancredo Neves, já que o Centro de Convenções está sendo utilizado para um evento. Há previsão que esse número aumente, pois as equipes da secretaria de Segurança Pública e voluntários estão nas ruas e devem conduzir mais munícipes para o local. A assistente social e os psicólogos da secretaria de Assistência Social estarão pela manhã com as famílias para fazer a triagem.

O Fundo Social de Solidariedade está solicitando que sejam feitas doações de roupas, principalmente de criança, roupa de cama,cobertores, água potável, produtos de higiene e fraldas descartáveis que podem ser entregues na secretaria de Assistência Social, que fica na rua Paraná, 375, ou na EM Tancredo Neves, que fica na avenida Rio Grande do Sul, 600.

Além do alagamento em boa parte da região central, foram registradas ocorrências de deslizamento de massa no bairro do Vale do Sol, queda de árvore no km 28 da Rodovia Rio Santos e na praia da Itamambuca. A Defesa Civil trabalhou durante à noite.

Algumas unidades escolares estão com aulas suspensas: EM Tancredo Neves, EM Altimira Silva Abirached (Itaguá) e E.M. Professora Renata Castilho da Silva (Saco da Ribeira), C.E.I Luíza Basílio Dos Santos (Saco da Ribeira), E.M. Manoel Inocêncio Alves dos Santos (Ubatumirim), E.M. Prof.º Iberê Ananias Pimentel (Picinguaba), E.M. Maria do Carmo Soares (Camburi), e, à tarde – E.M. José Belarmino Sobrinho (Puruba).

Ilhabela

A Prefeitura de Ilhabela, por meio da Defesa Civil, informa que o arquipélago registra 139.mm de precipitação nas últimas 24 horas. Uma família de quatro pessoas ficou desabrigada e está na residência de familiares.

Equipes da Prefeitura, incluindo a Secretaria de Serviços Urbanos, trabalham no atendimento das ocorrências, entre elas: quedas de árvores, deslizamentos de terra e muros e pontos de alagamentos. A Estrada de Castelhanos segue interditada devido o volume das chuvas – acima de 110mm a estrada é fechada.

A Prefeitura reitera que, em situações de emergência, seja acionada a Defesa Civil, que segue de plantão pelos telefones (12) 3896-2802 e 199.

Abastecimento de Água

Segundo a Sabesp, o abastecimento de água na Região Norte de Caraguatatuba está prejudicado por problemas detectados no Sistema de Abastecimento do Massaguaçu. Em Ilhabela, os sistemas de abastecimento estão prejudicados, principalmente na região de Água Branca. Na cidade de São Sebastião, o sistema mais afetado foi o de Boiçucanga e em Ubatuba, a área de Carolina.

Por serem mananciais de serra, com pequenos barramentos nas cachoeiras, a chuva intensa aumenta o volume de água e a velocidade com que ela se desloca trazendo grande quantidade de lama, pedras, galhos e outros resíduos da natureza que atingem as captações e comprometeram o tratamento de água que, no momento, opera de forma reduzida.

A Companhia está disponibilizando caminhões-pipa para os atendimentos emergenciais e pede a compreensão e colaboração de toda a população no uso racional da água contida nos reservatórios domiciliares. Casos de emergência podem ser comunicados pelo telefone 0800 055 195.

Balsa

A Dersa informa que, neste momento, a travessia entre São Sebastião e Ilhabela está operando com lentidão em razão da força de maré, que dificulta as manobras das embarcações.

A companhia orienta que os usuários programem a viagem antecipadamente e consultem os canais de informação: site www.dersa.sp.gov.br, Twitter @travessiasdersa, telefone 0800 7733 711 e o App Travessias, disponível gratuitamente para smartphones Android e IOS.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui