Mais de 40 turistas ficam ilhados no Litoral Norte

Um bebê de 9 meses teve que ser resgatado de um bote durante a tempestade

0
3966

A tempestade que assolou o Litoral Norte neste domimgo (28) deixou pelo menos 40 vítimas na região. Uma família com um bebê de apenas 9 meses foi resgatada após ficar à deriva em um bote de sobrevivência, em Ilhabela.

- Publicidade -

A GBMar foi acionada, mas os turistas foram resgatados pelo capitão Matias Gomes, em uma embarcação particular, e entregues em segurança no Iate Clube de Ilhabela.

Outros casos

Um Banana Boat com aproximadamente 19 turistas, virou na praia de Juquehy, na Costa Sul de São Sebastião. Segundo o capitão do GBMar, João Batista Rapaci, por volta das 16h30, os turistas estavam nas ilhas ao redor e o banana boat foi buscá-los; na volta acabaram pegos pelo vento forte que virou a embarcação. O reboque do próprio banana resgatou algumas pessoas, de acordo com a sua capacidade de ocupação; os que ficaram no mar estavam utilizando o colete salva-vidas, mas foram arrastados para a Praia Preta, devido a força das águas.

“Essa praia fica ao lado de Juquehy, mas é uma praia com muitas pedras, e as pessoas foram arremessadas de encontro a elas”, explicou Rapaci.

O Samu prestou socorro às vítimas no local, duas com escoriações mais graves foram levadas ao Pronto Socorro. A Unidade de Resgate e Salvamento Avançado (Ursa) prestou socorro a duas vítimas.

Na Ilha da Cocanha, em Caraguatatuba, o vendaval pegou outro grupo de 19 pessoas de surpresa, que acabaram ficando ilhadas e precisaram ser resgatadas por equipes da GBmar.

Em Ubatuba, na Ilha do Pontal, entre as praias Maranduba e Lagoinha, 12 pessoas ficaram ilhadas devido ao mau tempo, também sendo resgatadas pelos guarda-vidas do GBmar.

Nos dois casos, embarcações particulares ofereceram ajuda aos bombeiros . O capitão explica: “como já estava escuro e nossa embarcação que pode rodar à noite estava em atendimento na praia da Armação em socorro a uma família cujo barco virou e ficaram em um bote de sobrevivência à deriva, essa ajuda foi fundamental”.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui