Ajudante geral se entrega e confessa autoria de crime em Juquehy

Ele não teria esclarecido as circunstâncias que levaram ao crime bárbaro

0
103
Nenezão passa por exame (FOTO: Divulgação)

O ajudante geral C.A.F., conhecido por Nenezão, 27 anos, se apresentou à Polícia Civil da Costa Sul de São Sebastião. Ele foi a com a mãe e o irmão e teria confessado a autoria da morte da motorista de ônibus, Joseilda Silva de Oliveira Pereira, 34 anos, na madrugada do último sábado (29), em Juquehy.  

- Publicidade -

Neste momento ele passa por exame de corpo de delito e a Polícia Civil deve pedir sua prisão preventiva, uma vez que já saiu o período do flagrante. O investigador chefe do 2º DP, Ricardo Marques, também espera que seja feita uma reconstituição do crime ainda hoje.

À polícia, ele não teria alegado o motivo da barbárie.

O crime

Joseilda Silva de Oliveira Pereira, a Josi, como era conhecida, foi brutalmente assassinada na madrugada de sábado (29), em Juquehy, na Costa Sul de São Sebastião.

O corpo da vítima foi encontrado por populares em um terreno baldio. Ela teria sido apedrejada e, em seguida, teriam colocado fogo em seu corpo.

A vítima trabalhava na Ecobus e deixou dois filhos pequenos. Seu corpo foi enterrado no domingo (30).

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui