Prefeitos cobram do Estado abertura de 100% do Hospital Regional de Caraguá

A unidade é alvo de investigação da Promotoria de Justiça por descumprimento do contrato, que previa o dobro da capacidade na UTI

0
266
prefeitos
Prefeitos visitaram Hospital regional nesta terça-feira (Foto: PMC/ Divulgação)
- Publicidade -

Com o objetivo de abrir de 100% dos leitos no Hospital Regional de Caraguatatuba, os prefeitos da região se reuniram nesta terça-feira (2) com a equipe gestora. A unidade é alvo de investigação da Promotoria de Justiça por descumprimento do contrato, que previa o dobro da capacidade na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

- Publicidade -

O inquérito civil apura a inexecução de acordo firmado entre o Estado de São Paulo e a organização social (OS) Instituto Sócrates Guanaes. Segundo a promotoria, foi verificado que, na pandemia, o Hospital Regional está oferecendo apenas 20 leitos de UTI (o número inicialmente previsto era de 40) e dez de enfermagem para pacientes com Covid-19.

Ainda segundo os promotores, a situação pode configurar improbidade administrativa e ofensa a direitos fundamentais dos cidadãos, atentando contra a própria dignidade da pessoa humana, com a violação da saúde pública de todos os munícipes do Litoral Norte e agravamento do quadro na alta temporada, quando a população flutuante triplica na região.

Prefeitos

A preocupação dos municípios é o aumento dos casos de Covid-19. O Litoral Norte registra 22.082 testes positivados da doença e 311 mortes. Aguilar Junior, de Caraguatatuba, Antônio Colucci, de Ilhabela e a prefeita de Ubatuba, Flávia Pascoal, participaram do encontro.

O prefeito Antônio Colucci acredita que se neste momento o hospital estivesse funcionando de forma completa, o Litoral Norte poderia estar hoje fora da classificação vermelha do Plano São Paulo. “Estamos aqui para entender como funciona o hospital e ainda o que precisamos fazer para que ele seja aberto com 100% de seus leitos funcionando. Agora precisamos cobrar o governo do Estado e é isso que iremos fazer”, afirmou Colucci.

De acordo com o prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Junior, é de suma importância a abertura completa da unidade para que o Litoral Norte fique mais seguro na pandemia. “Desde o início cobro o Estado para a abertura completa do hospital para atendimentos da Covid-19. O hospital está completo e preparado para que isso aconteça, falta apenas a liberação”, explica.

Por fim, Flávia Pascoal, prefeita de Ubatuba, explicou que sua cidade tem uma grande necessidade de ter o Hospital Regional como retaguarda.”Infelizmente, Ubatuba não tem hoje uma boa estrutura para atender corretamente nossa população. Com o hospital em plena funcionalidade, seria de grande ajuda”, comenta.

- Publicidade -

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui