Pai é acusado de estuprar filha alcoolizada em Boiçucanga

“Me leve para a cadeia” foi a frase que os policiais militares ouviram do acusado ao chegarem no local do crime

0
1133
pai
Polícia Civil acusa o pai de estupro de vulnerável (Foto: Divulgação)

“Me leve para a cadeia” foi a frase que os policiais militares ouviram de um pai acusado de estuprar a filha de 20 anos, em Boiçucanga, na costa sul de São Sebastião. O crime aconteceu nas primeiras horas desta terça-feira (1º) e o homem, de 42 anos, foi preso em flagrante.

- Publicidade -

A jovem havia ido a uma festa na segunda, onde consumiu bebida alcoólica. Ao voltar para casa, sua mãe teria a colocado na cama apenas de calcinha e envolta em um cobertor. Ela adormeceu e ao amanhecer acordou com a calcinha abaixada e seu pai praticando a violência sexual. Neste momento, ela gritou por sua mãe, que pegou o marido em flagrante e acionou a polícia. O suspeito teria confessado o estupro aos policiais e teria dito que pensava se tratar da esposa e não de sua filha.

Segundo testemunhas, o homem estava alterado, mas não souberam informar se ele havia consumido álcool, apenas que estava muito agitado e precisou ser algemado. De dentro da viatura, ele ainda gritou: “daqui sete anos volto para me vingar”.

Ainda de acordo com testemunhas, o pai já teria passado a mão no corpo da filha em outra oportunidade. Além disso, ele é conhecido por ficar agressivo quando ingere bebida alcóolica e, inclusive, já agrediu sua companheira.

Na delegacia, o suspeito afirmou aos policiais que havia bebido e que não se lembrava de nada que aconteceu. Ele vai responder por estupro de vulnerável e aguardar a decisão da Justiça preso.

Entre abril e junho deste ano, 877 casos de estupro de vulnerável aconteceram na residência das vítimas, segundo análise realizada por meio de uma parceria entre Instituto Sou da Paz, Ministério Público do Estado de São Paulo e Unicef.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui