Vídeo mostra salvamento de criança de 6 anos na praia de Juquehy

Menino foi levado por correntes de retorno e resgatado por guardas-vidas particulares

0
2426
video
Vídeo registra momentos de desespero no mar (Imagens: Redes Sociais/ Divulgação)

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o resgate emocionante de um garoto de seis anos na praia de Juquehy, na Costa Sul de São Sebastião. O salvamento foi registrado nesta segunda-feira (2), feriado de Finados, quando dois irmãos, um de 9 e outro de 6 anos,  nadavam e uma delas foi levada para a parte mais funda do mar pelas chamadas correntes de retorno.

- Publicidade -

Guardas-vidas particulares que trabalham na praia de Juquehy viram a ocorrência e foram ao socorro das crianças. “Eu não consigo respirar”, dizia o garotinho no mar, que neste momento era colocado em uma bóia de salvamento pelo profissional, enquanto seu colega chegava com outro equipamento de segurança.

Depois de minutos que pareceram horas, a criança conseguiu ser retirada do mar e os procedimentos de socorro realizados na área.

 

“Susto e agradecimento”

As crianças estavam na praia com a avó e o irmãozinho para aproveitar o final do dia. A mãe, Pamela Mendes, conta que havia se mudado há poucos meses para Baleia Verde, na Costa Sul de São Sebastião, e não foi com eles.

“Quando ele chegou em casa vi que meus filhos estavam assustados e menor contou que tinha se afogado. A avó confirmou que estavam no raso, caiu no buraco e se afogou, mas depois tomou água de coco e sorvete. Eu fiquei desesperada quando vi as imagens em vídeo, mas agora só tenho a agradecer aos profissionais que o salvaram”.

Preparo

De acordo com o Grupamento de Bombeiros Marítimos (GBMar) do Litoral Norte, os participantes do resgate são contratados da Associação de Moradores de Juquehy (Samju), mas são treinados, anualmente, pelos militares do Corpo de Bombeiros, fazendo um curso de reciclagem.

A praia de Juquehy tem cerca de 3,5 quilômetros de extensão e, embora pareça ser tranquila, tem muitas correntes de retorno que puxam o banhista da parte rasa para o fundo.

Conforme o GBMar, nesses locais, os profissionais costumam orientar para que as pessoas não tomem banho porque existem buracos onde a profundidade é maior e a força da água pode arrastar a vítima que não tem tanta habilidade com natação.

“Neste momento, ela entra em desespero por não conseguir voltar para o raso e nem encontrar um local onde ‘dê pé’”, alerta o GBMar.

O coordenador de praia e bairro da Samju, Carlos Eduardo dos Santos, o Carlão, confirma que embora a praia tenha a aparência calma, é perigosa. “Temos cinco guardas-vidas ao longo da praia fazendo a vigilância o dia inteiro”.

Segundo ele, o resgate foi feito pelos profissionais Samuel, que filmou toda a ação com uma Go Pro, e Eldário. Eles acompanhavam o movimento na praia e viram as crianças em situação de risco. Um deles estava mais na beirada e conseguiu sair sozinho, já o garoto de seis anos caiu na corrente de retorno em entrou em pânico.

“O salvamento foi exemplar e o Samuel é nosso anjo da praia” destacou Carlão, apontando que há uma média de 15 salvamentos por mês na praia de Juquehy. “Somente o Samuel fez quatro resgates no mês passado”, lembra.

O coordenador explica, ainda, que os guarda-vidas usam uma câmera para registro de ocorrências em vídeo e prestação de contas à Samju do trabalho que é realizado por eles.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, informe seu nome aqui